Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
30 Março 2013
A história continua...

 

 

 

Falta de medicamentos 

 

Um dos questionamentos feitos durante a coletiva com o prefeito, a secretária da Saúde, Cristina Subtil e o diretor administrativo e financeiro da pasta, Maurício Batalha foi o fato de que já estamos a 90 dias da atual administração e ainda não foi resolvido o problema dos medicamentos na farmácia básica.  

A falta todo o tipo de remédios ainda é a grande queixa da comunidade. A notícia é de que só se revolverá de vez lá por junho. Mas, não faltou explicação para isso. A começar pelo fato de que não foi feita a licitação no final do ano passado para abastecer a farmácia.

A administração iniciou os trabalhos tendo de recorrer aos hospitais em busca de medicamentos. Na compra emergencial feita inicialmente não foi suficiente para suprir a unidade e ainda devolver o que foi emprestado. Isso porque o volume adquirido correspondeu ao que vinha sendo comprado pela administração anterior, mas que, descobriu-se ser infinitamente inferior a demanda. É preciso dez vezes mais do que vinha sendo comprado. “Só para exemplificar, foram adquiridos 50 mil omeprazol e a metade desse volume já se foram em menos de uma semana”, conta a secretária.

Feita agora nova licitação que será aberta no início de abril, a secretaria se deparou com outro problema que foi a baixa capacidade orçamentária para a aquisição dos medicamentos, conforme explicou Maurício Batalha.

Foi graças ao emprego dos secretários de Finanças e Administração, que conseguiram superar o problema buscando recursos em outras pastas. De forma que, a partir dessa nova comprar, Cristina Subtil acredita que poderá abastecer a farmácia básica a contento.

 

Tanto que na lista de compras, só de omeprazol são meio milhão. Além de suprir a farmácia, há novidades à vista: serão instaladas duas farmácias básicas: uma no Hospital Seara do Bem e outra no Pronto Socorro. As pessoas que forem atendidas levam também para casa os medicamentos. E ainda, uma terceira unidade será implantada dentro do terminal urbano.

 

Portanto, a moção do vereador David Moro, nessa semana, não é mera coincidência. Sabedor do projeto da secretaria quis embarcar na carona da ação da pasta

30 Março 2013
Continua a investigação

 

Agentes da Polícia Federal continuam vasculhando documentos e ouvindo funcionários da prefeitura.

Se ficaram aqui por uas semanas é sinal de que não são poucas as suspeitas de irregularidades. Há quem garanta que as consequências dessa ação podem ter uma repercussão muito maior do que possamos imaginar.

Há questões que ainda estão sendo rasteadas para localização, como os pavers adquiridos pela Secretaria da Saúde. Uns dizem que está por São José do Cerrito e outros garantem quem nem chegam a vir para cá.

 

 

30 Março 2013
Vereador se engaja na campanha

 

 

 

O vereador de Correia Pinto, Francisco Pierre informa que, ciente da importância da Rodovia do Frango para toda a Região e para a viabilização do porto seco no aeroporto regional, encaminhou moção à secretaria Regional e ao Governo Estadual, pleiteando que o traçado da ferrovia passe por Correia Pinto.

 

“Temos aqui excelente localização geográfica, logística privilegiada (próximo BR 116, BR 282, BR 470 e Ferrovia Norte-Sul), demanda de transporte (frango, pinus, bebidas (Brahma), etc), aliada a sabida necessidade de desenvolvimento do Planalto Serrano”, argumenta Pierre. 

Como o secretário Costinha, ele acredita que a sua concretização passa pelo engajamento da classe empresarial e política e, fundamentalmente, pelo apoio do Governador Colombo.

30 Março 2013
Choradeira dos prefeitos

 

 

Durante reunião do Conselho do Desenvolvimento Regional, na terça-feira, era uma choradeira só dos prefeitos por causa da queda da arrecadação dos municípios. Tem prefeito que está se vendo obrigado a lançar mão dos recursos de convênio para pagar a folha.

A situação é difícil para os administradores, a exemplo do que se passa em Lages.

O prefeito Elizeu Mattos, fazia a seguinte avaliação da situação: diz ele que os servidores municipais representam 3% da população, portanto não pode sacrificar os 97% restante em favor dessa minoria. Diz que seu desejo era conceder o reajuste e promete que assim que der vai equiparar o salário dos funcionários que hoje ganham o mínimo nacional, com o salário regional.

 

 

Escola do Legislativo

 

Foi muito aplaudida a moção do vereador Luiz Marin propondo ações para trazer as pessoas da terceira idade para dentro da Câmara, tanto que lhe valeu a indicação para a disputa da presidência da Escola do Legislativo que ainda em aberto. Além de Marin, o vereador Gerson Omar dos Santos também se posicionou como candidato ao cargo.

 

LuizMarin11_1.jpg

Luiz Marin vai disputar com.....

 

 

Gerson_dos_santos.jpg

 

Gerson dos Santos a presidência da Escola do Legislativo.

 

 

Fila nos bancos

 

Da audiência pública sobre as filas nos bancos e o não cumprimento das leis que regulam o tempo de espera, duas foram as conclusões: as agências trabalham hoje com o mínimo de funcionários e o Procon é muito brando nas negociações.

 

Foi sugerido inclusive pelo presidente da OAB local, Marcelo Menegotto, que se divulgue em outdoors as agências que não cumprirem a lei e, literalmente, se casse o alvará se necessário.

Além da agência do Itaú do Coral que com 3.500 correntistas conta com apenas três funcionários, há outros na mesma situação, com quatro mil contas e quatro funcionários. Outro como o Bradesco, com 5.700 contas tem nove funcionários, sendo dois caixas (um preferencial).

O presidente do Sindicado dos Bancários, Renato Dambros observou que até bem pouco tempo o sindicato tinha 1.700 associados e hoje não chegam a 500 em toda a região.

28 Março 2013
Agentes de Segurança e Penitenciários se dizem esquecidos

 

 

SAM_0941.JPG

 

Cara Olivete Salmoria, viemos por meio deste, informar-lhe a respeito da paralisação ocorrida no Centro de Atendimento Socioeducativo de Lages.
Segue anexo, algumas fotos da Paralisação ocorrida na Unidade, bem como um breve relato, a fim de coloca-lo a par da situação vivenciada por uma categoria de Servidores Públicos Estaduais, esquecidos pelo Governo do Estado de Santa Catarina.
A paralisação aconteceu em todos os setores dos sistemas penitenciário e socioeducativo do Estado, quando aconteceram assembléias, reuniões e também manifestações em frente a alguns locais de trabalho, como o ocorrido nesta Unidade de Atendimento Socioeducativo, conforme fotos em anexo.
A decisão tem como principal motivo pressionar o Governo do Estado a conceder o reajuste anual dos servidores públicos estaduais (Data Base), previsto para janeiro de cada ano, conforme lei estadual 15.695 de 2011.
Desde 2006, a defasagem salarial dos trabalhadores no serviço público estadual chega a 40%, inclusive nem as progressões e promoções por tempo de serviço são aplicadas corretamente à categoria que vos fala.
Mesmo tendo conquistado após as contínuas mobilizações, o Decreto 1.327/2012, assinado pelo governador Raimundo Colombo, decreto este que regulamenta e disciplina o desenvolvimento funcional através de progressões salariais por merecimento e progressões extraordinárias, até agora os servidores não foram beneficiados com nenhuma progressão das acima citadas. 
Segundo declaração do Coordenador da Coordenadoria Executiva de Negociação e Relações do Estado, Décio Vargas, a dívida do estado com os servidores somente da Secretaria de Justiça e Cidadania, somam mais de R$ 15 milhões.
Além disso, as más condições de trabalho, as perseguições e o assédio moral enfrentados pelos servidores nos dois sistemas continuam a imperar.
Hoje no Estado de Santa Catarina, só existem 03 Unidades para internação de adolescentes condenados de 06 meses a 3 anos de privação de liberdade, sendo que as demais Unidades existentes, são geridas e cedidas a ONGs, e somente atendem os adolescentes em internação provisória, ou seja, no máximo 45 dias de privação de liberdade.
Apesar de ter sido anunciado, em dezembro, pelo Governor a realização de um novo concurso público para novos 300 agentes penitenciários e 10 Agentes Socioeducativos, as pendências do Concurso de 2006 ainda não foram resolvidas; fato que pode impedir a abertura de novo um Edital, pois há cerca de 300 concursados que impetraram Mandado de Segurança para atuar nos sistemas, sendo que destes 300, 40 já se formaram pela Academia de Justiça e Cidadania e podem ser efetivados imediatamente, enquanto os demais aguardam uma decisão do Governo do Estado, vez que o Poder Judiciário lhes assegurou o direito de continuar trabalhando, até o Estado de Santa Catarina, proceder com a Academia de Formação, para estes servidores.
Várias têm sido as ações do Sindicato das Categorias, com objetivo de ajudar a resolver estas pendências., contudo, falta vontade política do Governo do Estado para solucionar tais casos por exemplo.
Diante disto, está se buscando respaldo junto ao Ministério Público/SC no sentido de compelir o Estado na contratação agentes tercerizados e repassar o Sistema Penitenciário para ONGs, ou gestões compartilhadas, como já vem sendo feito no Sistema Socioeducativo, através do internamento provisório em ONGs, e a gestão compartilhada entre poder público e privado, como ocorre no Presídio novo de Lages.
Dia 13 de fevereiro de 2013, foi decretado Estado de Emergência no sistema prisional e socioeducativo, onde foi lançado o PACTO da Secretaria de Justiça e Cidadania, o qual prevê a construção de novas unidades, a reforma, a compra de materiais e equipamentos, bem como a geração de 624 novos vagas nas Unidades Prisionais. Porém, ninguém anunciou como se dará o funcionamento destas, vez que sem concurso público, sem efetivo e sem condições nínimas de valorização das categorias, não há como trabalhar.
Para os Agentes Penitenciários e Agentes de Segurança Socioeducativos que estão em Estado de Greve desde novembro de 2012, a paralisação que ocorreu neste dia 27 de março foi marcante na decisão da categoria de engajar uma grande greve por tempo indeterminado.
No Centro de Atendimento Socioeducativo a situação não é tão grave no tocante a falta de Servidores, porém duas das 04 viaturas, estão impossibilitadas de transitar, uma por falta de pneus e outra por contar com mais de 300.000 Km rodados, sem qualquer manutenção por parte da Secretaria de Justiça e Cidadania bem como do DEASE, Departamento de Administração Socieducativo. Também, são constantes, os casos de Assédio Moral e perseguições político/partidárias em relação aos Servidores, razões pelas quais os servidores da Unidade decidiram aderir a paralisação do dia 27/03 e aderirão a uma greve geral se caso o Governo do Estado, não cumpra o instituído em decretos que ele mesmo elaborou e publicou, porém não colocou em prática às categorias.
Olivete, nós Agentes de Segurança Socieducativos e Penitenciários da Região Serrana, suplicamos que encaminhe a mídia, nossas dificuldades, bem como as nossas solicitações junto ao Governo do Estado.

 
Obrigado.

 Agentes de Segurança Socioeducativos e
Agentes Penitenciarios da Região Serrana.
 
 
SAM_0936.JPG
28 Março 2013
Pacto por SC

 

 

Os deputados estaduais aprovaram ontem, pedido de informação apresentado pelo deputado Dirceu Dresch (PT), solicitando que o governo do Estado informe o valor investido em publicidade para a divulgação do programa Pacto  por Santa Catarina.  O deputado pede informações sobre número de inserções na televisão, veículos de comunicação em que foram feitos anúncios e o custo de produção das peças publicitárias.

 

Dresch é autor de projeto de lei, em tramitação no legislativo, que torna obrigatória a divulgação do preço pago pela propaganda institucional feita pelo governo do Estado e autarquias, na própria peça publicitária.

 

Última atualização em Quinta, 28 de Março de 2013 16:23
28 Março 2013
Agende-se

 

 

INTER_F7_FOLDER.jpg

28 Março 2013
Os 10 +

 

 

 

 

Na próxima semana os prefeito dos 10 maiores municípios de SC terão um encontro. Vão discutir os problemas decorrentes da queda da arrecadação e buscar caminhos para resolver os problemas enfrentados.

 

O prefeito Elizeu Mattos estará presente

28 Março 2013
Posse do conselho será na terça

 

 

A Secretaria de Turismo de Lages empossará na terça-feira (2) o Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Acontece às 14h na Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages (CDL).

Flavio_Agustini.jpg

Segundo o secretário Flávio Agustini, o órgão desenvolverá o Fundo Municipal de Turismo e o Plano de Desenvolvimento Turístico Sustentável. “Nossa gestão está trabalhando para firmar o setor turístico em Lages, como determina o prefeito Elizeu Mattos, e a equipe do conselho elaborará o cronograma de reuniões, assim como a agenda positiva para desenvolver o setor no município”, afirma.

28 Março 2013
Muitas inscrições para a Sapecada

 

 

 

Segundo os organizadores da Festa do Pinhão, foram recebidas 716 canções inscritas para a Sapecada da Canção Nativa.

 

200 composições foram inscritas para o festival regional e 517 vindas de diversas cidades do Brasil e de países vizinhos. Depois das fases de triagem e classificatória, intérpretes de 31 músicas inéditas sobem ao palco de um dos maiores festivais de música nativista do país.

 

TA6A2916___C__pia.JPG

Fotos: Zé Rabelo

 

O evento volta a ser realizado no fim de semana e está marcado para os dias 24, 25 e 26 de maio, no Parque de Exposições Conta Dinheiro.

O resultado da classificatória será divulgado nesta sexta-feira (29) à noite.

 

TA6A2921___C__pia.JPG

Classificatória da Sapecada da Serra

Neste ano a novidade trata da classificatória da Sapecada da Serra Catarinense. Na triagem são escolhidas 30 composições. Estas serão apresentadas na eliminatória durante evento marcado para o dia 13 de abril, no Teatro Marajoara. Desta etapa saem as 15 composições que participam da 13ª Sapecada da Serra Catarinense, no dia 24 de maio, no Conta Dinheiro.

 

Sapecada da Canção Nativa

A classificatória da 21ª Sapecada da Canção Nativa ocorre no sábado (25). Das 16 músicas vindas da triagem são escolhidas 12. No domingo (26) da grande final sobem ao palco os intérpretes dessas 12 músicas e os das quatro finalistas da 13ª Sapecada da Serra Catarinense.

 

TA6A2940_2.JPG

Os jurados

Luiz Marenco – RS- avalia interpretação

Cristian Camargo – RS – avalia melodia

João Fontoura – RS – avalia poesia

Galileu Conrado – SC – avalia música

Cassiano Pinto – SC –  avalia poesia

Oscar Massita – SC – avalia melodia e letra ( uruguaio nascido em Santa Clara Del Mar, mora há 1 ano em Lages)

Alexandre Ramos – SC – avalia interpretação

 

 

Última atualização em Quinta, 28 de Março de 2013 16:15