Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

lages.png

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
13 Novembro 2012
Número de funcionário é maior do que se imaginava

 

 

Sempre se recebeu informação de que a prefeitura de Lages tinha 4 mil funcionários. Agora, com a polêmica da conta-salário se descobre que são 5 mil.

E alguns ainda se surpreendem quando a equipe de transição fala que são cerca de 500 os comissionados.

 

Somente a folha de pagamento chega a R$ 7 milhões. 

13 Novembro 2012
Marques garante que não houve pedido para sustar licitação

 

 

 

O chefe de Gabinete, Paulo Marques contestou ontem a informação de que a prefeitura estivesse dificultando a obtenção de informações precisas da administração para a equipe de transição do prefeito eleito Elizeu Mattos.

 

Garantiu que todas as informações solicitadas foram fornecidas.

 

Todas as quintas-feiras a equipe entrega uma relação de documentos e informações que desejam obter e na outra quinta todo esse material é entregue, explica Marques.

 

Lembra que na primeira reunião entre as equipes de transição foi solicitada informação sobre a licitação da conta-salário e a respeito do processo das eleições nas escolas.

 

Marques diz que tanto em relação a conta-salário como a eleição das escolas estão sendo feitas agora porque está dentro do prazo previsto. “E, a equipe de Elizeu sabia disso e não chegou a fazer nenhum pedido para sustar”, garante ele.

 

Diz que foram surpreendidos quando na sexta-feira entraram com o pedido de liminar para suspender a licitação da conta-salário.

 

Falando sobre a decisão do juiz, lembrou que Renatinho ainda tem os plenos poderes como prefeito até 31 de dezembro. E afirmou que para “eles” a posição do prefeito depende do objetivo a que querem chegar:  “para algumas coisa o Renato ainda é prefeito e para outras não”

 

Bastava solicitar

 

 

Em relação a informação do prefeito eleito de que algumas dificuldades teriam impedido a reforma administrativa agora, Marques nega e diz que só não fez até agora porque não quis, pois no primeiro encontro com o prefeito Renatinho ele já tinha se colocado à disposição para encaminhá-la.

 

“Se fizeram o pedido para o encaminhamento da licitação para a compra de um novo raio X, porque também não fez o mesmo com relação com as demais questões?” questiona Marques.

 

Licitação para compra do Raio X

 

Elizeu solicitou a licitação do raio X, cujo valor chega a R$ 120 mil dólares para poder cumprir, já no início da administração com a promessa de melhorar o atendimento no setor de exames de imagens. Se deixar para adquirir no ano que vem, iria demorar muito para efetivar a compra.

 

 

 

Não houve interesse

 

A licitação da conta-salário acabou não acontecendo.

 

Estava previsto para ontem a abertura das propostas dos bancos. Mas não apareceu nenhum para propor a compra.

 

É que para participar da concorrência o banco interessado tinha de fazer um depósito de R$ 3 milhões.

 

Obviamente nenhum iria arriscar fazer esse procedimento e chegar lá no ano que vem o futuro prefeito “não entregar a conta”, como prometia o prefeito eleito Elizeu Mattos.

Última atualização em Terça, 13 de Novembro de 2012 11:47
12 Novembro 2012
De novo em Brasília

 

 

 

Quatro prefeitos da região retornam a Brasilia, nessa terça-feira, paranovo encontro da Mobilização Nacional. O pedido dos prefeitos, especialmente da Serra Catarinense é pela liberação dos restos a pagar de emendas que estão pendentes.

 

Prefeitos_juntos_com_Paulo_Ziulkoski___Pres._CNM.JPG

“É um problema pulverizado por todo Brasil. Há vários projetos empenhados inscritos em restos a pagar, mas que União não libera o dinheiro. Muitos casos as obras estão pela metade e outros até já foram concluídas e aguardam os recursos federais”, argumenta o presidente da Amures.

 

Os prefeitos de Bom Jardim da Serra, Correia Pinto e Palmeira, também estão em Brasília pelo mesmo motivo.

 

O presidente da Amures, Luiz Paulo Farias aproveitará para reforçar pedido de liberação dos ônibus do Programa Caminho da Escola com o presidente da bancada parlamentar Catarinense, deputado Décio Lima.

12 Novembro 2012
Folga na sexta-feira

 

 

 Devido ao feriado da Proclamação da República, quinta-feira, 15 de novembro, está decretado Ponto Facultativo na Prefeitura de Lages nesta sexta-feira.

Portanto, os serviços de atendimento ao público encerram quarta-feira às 19 horas e retornam normalmente na segunda-feira, dia 19, das 13 às 19 horas.

   Nas creches e escolas municipais também haverá recesso nesta sexta-feira dia 16, conforme prevê o calendário escolar 2012 aprovado pelo Conselho Municipal de Educação.

Última atualização em Segunda, 12 de Novembro de 2012 17:50
12 Novembro 2012
Natal Iluminado. Iniciou a montagem!

 

 

 

 A empresa responsável pelos serviços de montagem da decoração natalina deste ano já iniciou os trabalhos. Uma das novidades é que a decoração não será apenas no Centro, mas em diversos bairros da cidade.

 

Natal_Iluminado.jpg

   De acordo com o secretário municipal de Turismo, Geovani Broering  “a comunidade vai se surpreender com a decoração deste ano”.

   Na programação do Natal Iluminado destaque para os desfiles nos calçadões e na Praça Jonas Ramos (Tanque), chegada do Papai Noel, shows pirotécnicos, apresentações artísticas e culturais.

No dia 11 de dezembro está agendado o show com a Banda Marcial dos Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro, em local ainda a ser definido. “O Tanque terá uma decoração toda especial. Estaremos também nos bairros com apresentações culturais”, explicou Geovani.

   O Natal Iluminado inicia no dia 22 de novembro, aniversário de Lages, e se estende até o dia 19 de dezembro.

12 Novembro 2012
Mateus será o secretário de Finanças

 

 

O  primeiro  nome do secretário  a ser anunciado por Elizeu Mattos (PMDB),  hoje,  é  o de Finanças. Trata-se de Mateus Lunardi que disse sim ao convite do prefeito eleito de Lages e assume uma das principais secretarias municiais a partir de 1o de janeiro de 2013.

 

matheusJornal.jpg

Foto: Nilton Wolff

 

Aos  44 anos,  Mateus é formado em Administração e  Contabilidade pela Uniplac.

 

Com  grande  experiência profissional,  atuou como administrador e contador junto à iniciativa privada por cinco anos e como contador público municipal, por 10 anos.

Há seis anos exerce a função de gerente financeiro junto ao Banco da Família de Lages.

 

 “Podem ter certeza de que a Finanças terá à frente  um jovem, experiente e promissor secretário. Mateus tem perfil técnica, portanto,  fica valendo o que sempre deixei claro durante minha campanha eleitoral: pessoas certas nos lugares certos”, afirmou Elizeu.

Última atualização em Segunda, 12 de Novembro de 2012 17:40
12 Novembro 2012
Engenheiro se posiciona a respeito do Aristiliano

 

 

 

Diante da polêmica que está causando o assunto ref. ao futuro do colégio, venho encaminhar e disponibilizar o relatório técnico de vistoria que efetuei em maio de 2012 à Escola Aristiliano Ramos.

 

Gostaria de deixar bem claro que a minha posição é técnica e isenta de qualquer vínculo com qualquer pessoa ou órgão municipal ou estadual. Também fui aluno do colégio!

 

Este trabalho foi elaborado para a disciplina de “Perícias em Madeiras” no curso de Especialização em Avaliações e Perícias da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

 

Pondero que as autoridades levem em consideração os fatos relatados no laudo que são reais e podem ser comprovados “in loco” a qualquer momento.

 

Este relatório não tem a intenção de definir qual o melhor destino ao espaço onde existe o colégio, isto caberá as autoridades envolvidas e a comunidade decidirem.

Que a decisão que for tomada preserve o bem estar dos usuários e acima de tudo a vida das pessoas.

Me coloco a disposição.

 

Atenciosamente

Luiz Fernando Figueiredo

 

Conteúdo do relatório:

 

  1. Informações:

 

O colégio Aristiliano Ramos é um educandário de ensino básico, tradicional da cidade de Lages, que possui 77 anos de idade. Situa-se na praça João Costa, no calçadão do centro da cidade. Recentemente a instituição de ensino foi interditada pela defesa civil e autoridades devido ao suposto risco à segurança dos usuários, especialmente pela notícia de que a cobertura de madeira iria desabar.

O prédio possui dois pavimentos, área de aprox.. 2100 m² (bloco principal) objeto da vistoria. Construído em alvenaria de tijolos maciços autoportante. Possui assoalho de madeira no piso térreo, estrutura de madeira com assoalho no pavimento Superior e forro com estrutura de madeira no telhado de cobertura.

Foi realizada vistoria no prédio em 21 de abril de 2012 pelo Eng. Civil Luiz Fernando Figueiredo acompanhada pelo Sr. Deivid Francis Stadinick, funcionário da SDR – Secretária de Desenvolvimento Regional - Lages/SC

Constatamos diversos problemas como: a presença de umidade nas paredes, assoalho e cobertura; infiltrações de água na cobertura; deformações excessivas em peças estruturais de madeira no pav. Superior e cobertura; fiação elétrica completamente comprometida com fios expostos e mal condicionados; segurança quanto a equipamentos e medidas preventivas de incêndio deficientes e fora das normas de segurança mínimas exigidas pelo corpo de bombeiros; acessibilidade aos usuários inadequada.

O prédio passou por uma reforma a cerca de sete anos a qual apenas maquiou a edificação com interferências sob o aspecto estético principalmente. Nota-se que foram realizados alguns reforços com cabos de aço nas treliças de madeira existentes no teto do pátio (do pavimento Térreo) onde no pavimento superior situa-se o anfiteatro. Também encontramos alguns reforços metálicos na estrutura que suporta o telhado.

A maioria dos problemas é devida à falta de manutenção e prevenção adequada da edificação. Os elementos de madeira aparentemente não sofreram qualquer tipo de tratamento e sofrem à decomposição acelerada pelo ataque de bactérias aeróbicas facilitadas pelo ambiente de umidade devido às infiltrações.

A madeira que foi utilizada em todo o prédio foi o pinheiro brasileiro (pinho do paraná) – nome científico araucária angustifólia – anexo dados com as principais características da madeira (www.ipt.br).

O prédio apresenta deterioração ao longo do tempo e os elementos que o constituem não apresentam aspectos satisfatórios quanto à segurança e bem estar dos usuários.

Estruturalmente as paredes de alvenaria estão satisfatoriamente estáveis e apresentam capacidade de suporte condizente com suas funções de vedação e suporte do piso do pavimento superior e cobertura, ambos de madeiras.

O ponto crítico e com risco de estabilidade está na estrutura de madeira em geral, especialmente no piso do anfiteatro do pavimento superior, teto do anfiteatro (cobertura), onde os vãos livres são maiores e onde é visual as deformações excessivas das peças que compõem a estrutura nestes locais.

  1. Riscos:

 

    • Em função dos problemas relatados, a estrutura de madeira está comprometida;
    • Faz-se necessária uma recuperação de todas as falhas estruturais relatadas e não relatadas, aparentes e visuais na estrutura.
    • A estrutura como está não apresenta um desempenho adequado à sua finalidade;
    • As deformações excessivas na estrutura sugerem riscos maiores, inclusive de estabilidade estrutural, colocando em risco os usuários da edificação.
  1. Recuperação:

 

Torna-se inviável a recuperação da estrutura de madeira existente.

Se considerarmos que os elementos de madeira que aparentemente não apresentam patologias comprometedoras, mesmo assim, estes já possuem uma vida de pelo menos 77 anos e seu estado de deterioração é visível e progressivo, pois não receberam qualquer tipo de tratamento e conservação.

As reformas feitas nos elementos de madeira foram de pequeno porte e não alteraram o quadro sob o aspecto da durabilidade da estrutura.

Instalações em geral, especialmente as elétricas estão comprometidas, subdimensionadas e não atendem a demanda atual de uma escola deste porte. A segurança está comprometida e o risco de eventual sinistro é real.

  1. Conclusão:

 

Além dos aspectos relativos à segurança das pessoas e à vida útil da edificação, a alternativa de nova construção seria a de melhor senso, pois seria adequada aos padrões de uso e normas de acessibilidade e sustentabilidade atuais com maior e melhor custo/benefício aos usuários e aos gestores.

Julgamos procedente e prudente a ação tomada de interdição do educandário  pois o risco de ocorrência de evento com probabilidade de atingir pessoas é real e a vida das pessoas sempre deve ser preservada acima de qualquer questão.

A demolição da edificação seria tecnicamente a melhor alternativa.

 

Quanto a decisão de construção ou não de outra escola ou a hipótese de utilização do espaço com outros fins, para uso da população, caberá à opinião pública e às autoridades competentes decidirem.

 

Última atualização em Segunda, 12 de Novembro de 2012 15:44
12 Novembro 2012
Juiz indefere pedido de liminar

 

 

 

Consta que o juiz Antônio Carlos Junkes dos Santos julgou hoje, pela manhã, o pedido de liminar do prefeito eleito, Elizeu Mattos que tentava impedir a realização da licitação para a venda da conta-salário da prefeitura.

 

O juiz entendeu que Elizeu Mattos não tem legitimidade para propor a ação, visto que nem foi ainda diplomado.

 

Resultado: o processo prossegue e hoje à tarde serão abertas as propostas.

 

Como Elizeu promete levar o caso até as últimas conseqüências, o caso não deve parar por aí.

 

12 Novembro 2012
Agenda

 

 

Serra Catarinense recebe Seminário Plano Catarina 2020

 

Objetivo do encontro, que acontecerá  dia 13 de novembro, no Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares em Lages/SC, é atualizar e sensibilizar profissionais e gestores para o revigoramento e expansão da atividade turística na região, por meio da melhoria da qualidade do marketing.

 

Evento é direcionado a profissionais ligados ao turismo, como gestores públicos, operadores, agentes de viagens, transportadores, hoteleiros, restaurantes, casas noturnas, guias de turismo e demais empresas que atuam na região

 

 

Convite_Serra_Catarinense.jpg

Última atualização em Segunda, 12 de Novembro de 2012 12:48
12 Novembro 2012
Manfrói vai para Otacílio Costa

 

 

Walter_Manfr__i.JPG

 

Pelo visto, Walter Manfrói sai da administração Renatinho mas não perderá o status de secretário de Finanças. Só que em outro município.

 

Parece que o prefeito eleito em Otacílio Costa, Tio Ligas, vai aproveitar a equipe de Renatinho para montar seu governo.

 

Já chamou João Carlos Matias para a equipe de transição e, pelo que sei, também convidou Manfrói para  assumir a pasta de Finanças.