Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
13 Julho 2013
Luto em Painel

 

Faleceu nessa tarde de sexta-feira o filho do prefeito de Painel Flávio Antônio Neto da Silva. O menino de seis anos estava internado no Hospital Infantil Seara do Bem, desde terça-feira quando apresentou um quadro suspeito de intoxicação e vômito.

Os procedimentos médicos foram rápidos quando a criança passou mal em casa. Mas ocorreu ingestão de material para os pulmões e o menino desencadeou um processo inflamatório e de edema pulmonar. Ele chegou a reagir durante o tratamento, mas não resistiu e faleceu às 17 horas desta sexta-feira.

 

12 Julho 2013
Confira!

 

Tem um vídeo que está bombando na internet e trata da “caça aos fantasmas da Câmara". O endereço é:

http://www.youtube.com/watch?v=l_RWDhfxV6k 

 

12 Julho 2013
Nota à imprensa

 

A Delegacia da Receita Federal em Lages, com a parceria da Associação dos Municípios da Região Serrana - AMURES e Associação de Municípios da Região do Contestado - AMURC,

convida a todos para participar da reunião onde serão tratados diversos assuntos de interesse dos municípios e dos produtores rurais, os principais temas debatidos serão:

  • Declaração do ITR;
  • Convênio da Receita Federal com os Municípios Referente a Fiscalização do ITR;
  • Movimento Econômico Vinculado a Produtividade Rural;
  • Educação Fiscal;

No evento também será realizado um painel da RECEITA ESTADUAL, CIDASC E EPAGRI com orientações sobre a nota fiscal do produtor e a circulação e fiscalização de produtos agropecuários. No final das apresentações será aberto espaço para perguntas e debate sobre os temas tratados.

Público alvo esperado: Prefeitos, Secretários de Finanças, Secretários de Fazenda, Secretários de Agricultura, Fiscais de Tributos, Representantes de Sindicatos Rurais, Associações de Produtores, Contadores e SDRs Lages, São Joaquim e Curitibanos.

A reunião acontecerá no dia 15 de Julho de 2013 ás 14:00h, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages , CDL, situada na Rua Coronel Córdova, 332 Lages – SC.

12 Julho 2013
Primeiro ato da nova secretária

 

Visita___Radioterapia.JPG

 

A solenidade de hoje pela manhã foi o primeiro ato da nova secretária de Estado da Saúde, Tânia Eberhardt )primneira a direita).

Ela é de Joinville e foi secretária da saúde de Joinville quando Carmen Zanoto era Secretaria estadual da Saúde.

12 Julho 2013
Ampliação do Hospital Tereza Ramos

terezaramnos4.JPG

 

A vencedora da concorrência para as obras de ampliação do Hospital Tereza  Ramos é um consórcio Progredior/CDG que tem como diretor técnico o engenheiro Dilson Quinteiro Bastos.

 

Tem 18 meses para execução dos 12 mil metros quadrados de construção.

 

Praticamente dobrará o espaço físico do Tereza Ramos, visto que a atual construção tem 18 mil metros quadrados.

 

O curso da obra é de R$ 44,9 milhões.

 

Maquete_Tereza_Ramos.jpg

A torre, que ficará na área do antigo Vermelhão, terá oito pavimentos. Nele constará:

Setores de urgência e emergência (podendo inclusive substituir o HNSP nesse quesito)

Centro de diagnóstico por imagem

92 novos leitos de internação

UTI com 30 leitos

Centro cirúrgico/ farmácia/almoxarifado/ necrotério/ central de material e esterilização e

heliporto

Última atualização em Sexta, 12 de Julho de 2013 19:55
12 Julho 2013
Clínica São Sebastião assumiu a radioterapia

DSC02768.JPG

A Clínica São Sebastião, de Florianópolis, é que assumiu todo o serviço da radioterapia de Lages. O diretor é o médico Ernane Lange S'Thiago, com larga experiência nessa área. 

Todo o setor é administrado pela clínica que trouxe quase todo o pessoal de Florianópolis - apenas duas enfermeiras de Lages - e com o tempo pretende contratar pessoal local.

Iniciamente serão atendidas entre 60 a 80 pacientes que é a demanda atual, mas deve aumentar porque a radioterapia atenderá 66 municípios.

Ernane destacou que o sistema adotado em Lages é o melhor de todos porque está sustentado em um tripé: o apoio técnico e estrutural do hospital, a atuação da radioterapia e o atedimento ao paciente no que toca a hospedagem, ou seja, a Casa de  Apoio Colibri que faz um trabalho admirável.

Tanto que o governador já determinou que o estado custeie a ampliação das instalações da Casa Colibri.

 

O médico Ernane, com larga experiência em radioterapia, garante que hoje 70% dos casos de câncer diagnosticado em tempo, têm cura.

 

E uma vez o paciente encaminhado a esse setor vai receber tratamento gratuito A VIDA INTEIRA.

 

O hospital ganha

 

Segundo o diretor do Tereza Ramos, Luiz Albrto Susin, a clínica São Sebastião irá ser remunerada por procedimento.

Diz que esse serviço não representa custo ao hospital, mas ganhos porque  recebe uma remuneração cinco vezes maior.

Automaticamente o hospital passa a ser considerado de alta complexidade.

 

DSC02769.JPG

Explica que o objetivo é diminuir o tempo entre o diagnóstico do câncer e a cirurgia.

 

"Hoje já conseguimos praticamente zerar o tempo de expera por consulta. Antes demorava até 20 dias para se obter a consulta com um especialista, hoje já é marcada de um dia para o outro", disse Susin.

 

Agora se objetiva reduzir o tempo do diagnóstico até a cirurgia.

Para isso, a secretaria está contratando um médico de Florianópolis que virá a Lages uma ou duas vezes na semana para fazer as cirurgias, enquanto se procura outro profissional que fixe residência aqui.

 

 

 

Última atualização em Sexta, 12 de Julho de 2013 19:39
12 Julho 2013
Quatro atos em uma só solenidade

 

O governador Raimundo Colombo presidiu hoje, pela manhã, em Lages, quatro atos em uma só solenidade:

 

TerezaRamos__3_.JPG

1 - Entrega do serviço de radioterapia

2- Entrega da ordem de serviço para as obras de ampliação do Hospital Tereza Ramos - o consórcio Progredior tem 18 meses para sua execução.

3- autorização para contratação de 62 novos funcionários para o Tereza Ramos que passaram leos concursos de 2010 e 2012. Médicos geriatras (dois), técnicos em enfermagem (40), fisioterapeutas (dois) e outros profissionais. Também autorizou a contratação de mais dois novos anestesistas.

4- renovação da contratação dos serviços para exames e prodecimentos cardiológicos - isso porque ainda não conseguiram credenciar a clinica para realização desse serviço pelo SUS.

 

Quatro atos de extrema importância para melhorar o atedimento á saúde em Lages.

 

Colombo garantiu que até o final do ano estará sendo instalado no Tereza Ramos um novo equipamento para mamografia e outro de citologia.

 

12 Julho 2013
Medidas do governo poderão mudar realidade do serviço médico no país

 

São José do Cerrito é um dos 38 municípios catarinenses considerados prioritários para receber médicos do Programa Mais Médicos para o Brasil, do Governo Federal, lançado terça-feira pela presidenta Dilma Rousseff, como uma das medidas do Pacto pela Saúde, segundo o que nos informa a ministra Ideli Salvatti. Serão oferecidas bolsas de R$ 10 mil, pagas pelo Ministério da Saúde, aos médicos que atuarão na atenção básica da rede pública de saúde.

O Pacto pela Saúde garantirá investimento de R$ 15 bilhões até 2014. Deste montante R$ 7,4 bilhões já estão contratados para construção de 818 hospitais, 601 UPAs (Unidades de pronto Atendimento) e de 15.977 unidades básicas. Outros R$ 5,5 bilhões serão usados na construção, reforma e ampliação de unidades básicas e UPAs, além de R$ 2 bilhões para 14 hospitais universitários. Nunca foi feito um investimento tão grande na área da saúde.

Há, portanto, vontade política para resolver o problema de atendimento à saúde, seja resultado da pressão da população, seja pela conscientização dos governantes.

Não há dúvidas que é necessário melhorar a estrutura de atendimento à saúde e fornecer profissionais capacitados para colocar essa estrutura em funcionamento. Pela primeira vez está se voltando a um dos grandes problemas dessa área que é a falta de médicos.

As duas medidas tomadas: de forçar os recém-formados a irem para o interior e de importar médicos, se necessário, deverão apresentar bons resultados. Vai quebrar essa corporação que pratica a reserva de mercado para garantir privilégios. Para se ter uma ideia, um médico de fora que deseje atuar por aqui encontra dificuldades para se instalar e colocam dificuldades para a criação de novos cursos de medicina.

Até os médicos contratados para o serviço público resistem em obedecer aos horários de expediente entendendo que cabe a eles conciliar os vários empregos e a atenção aos seus clientes particulares. Além dessas medidas tomadas pela presidente Dilma é também necessário que a comunidade se mobilize para ampliar o número de vagas no curso de medicina da Uniplac, lutar para que a Udesc instale um curso no campus de Lages e que a Ufsc aprove o curso de medicina para o campus de Curitibanos. 

 

 

Posicionamento do médico e diretor clínico do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, Paulo Cesar da Costa Duarte

 

Sra. Olivete,

 

Gostaria de solicitar um espaço em sua coluna para colocar o posicionamento de um médico que vive diariamente os problemas com o SUS, com ensino médico e demais aspectos da medicina, isto por que exerço a profissão como cirurgião vascular atendendo emergências no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, pacientes do interior e da região e até de outras regiões do Estado, e como Diretor Clínico do HNSP presencio as dificuldades de trabalhar com o Sistema único de Saúde e ensino médico.

Inicialmente quero dizer que nenhum médico gosta de ter uma vida corrida, com vários empregos, consultório, hospital, jornada de trabalho de doze a dezesseis horas diário, sem parar nos finais de semana para descanso, pois os pacientes continuam internados no Hospital ou precisando de atendimento nos finais de semana ou por plantões extenuantes. Gostaríamos de ter uma vida normal como qualquer brasileiro, com uma remuneração digna que permitisse dar um conforto a nossas famílias, manter a atividade médica adequada aos avanços tecnológicos e atualizada constantemente com participação em congressos, aquisição de livros técnicos, CDs, DVDs com informações médicas e tudo que é necessário para manter um bom nível de medicina. O grande desafio é manter uma medicina de bom nível com um único emprego público como hoje é oferecido a quem deseja trabalhar no Sistema único de Saúde. Qual profissional brasileiro está há quinze anos sem reajuste de seu serviço prestado? Praticamente todo profissional tem reajuste anual. O médico esta trabalhando com uma tabela de honorários sem reajuste adequado há quinze anos. Se paga uma consulta com especialista em torno de quinze a vinte reais que reduzidos os descontos ficam em onze e quatorze reais. A gorjeta que é cobrada por um garçom em restaurantes é maior que isto. A hora plantão gira em torno de setenta reais. À hora do mecânico em uma concessionária é quase o dobro disto. São contas que as pessoas não se lembram de fazer antes de criticar a extensa jornada de trabalho do médico, sacrificando sua vida pessoal e familiar.

Em relação aos programas lançados pelo governo federal quero criticar a forma autoritária e a perseguição que essa senhora que se diz democrata, a Excelentíssima Senhora Presidenta Dilma, faz com a classe médica. O problema médico não é nacional, é mundial. Acontece que estão tentando colocar o médico como bode expiatório para a ineficácia das ações de saúde do governo. Não é com a colocação de dezenas de milhares de médicos no sistema que resolverá o problema, pelo contrário, serão colocados médicos mal formados (ou a população acha que fabricar um médico de qualidade é colocá-lo numa linha de montagem e no final pendurar um estetoscópio e tem-se um bom médico) em grande quantidade, outros seres que não saberemos se realmente são médicos e como foram formados, e outros profissionais que não deram certo em seus países e aqui encontrarão um laboratório financiado pelo governo para aprenderem a praticar na tentativa e erro... E muitas outras situações que culminarão em mais erros médicos, uma assistência falha e a falsa impressão que o problema foi resolvido. Hoje não existe estrutura hospitalar para receber mais acadêmicos de medicina do que aqueles que já existem. Assim como não existem professores na área médica para mais acadêmicos do que os existentes.

Também gostaria de dizer que sou contra colocar os jovens médicos ao trabalho escravo por dois anos além dos seis que já permanecem na universidade e outros dois a cinco em especialização. Porque também não colocam os recém-formados em direito para exercer a advocacia pública por dois anos, ou os estudantes de engenharia para construírem casas, pois temos um déficit habitacional e saneamento básico gigantesco. Deve-se considerar ainda que a maior parte dos acadêmicos estuda em universidades particulares não tendo vínculo algum com o setor público. È de se pensar em uma maneira de ressarcimento para aqueles que cursam a universidade pública, mas isto para todos os cursos e não somente para a área médica, pois caracterizaria revanchismo e descriminação.

Portanto, gostaria de solicitar que deixem de culpar o médico pelos erros de gestão e ineficiência dos políticos. Poderíamos importar políticos da Noruega, Suécia, Finlândia, Japão, Alemanha e muitos outros lugares onde existem gestores honestos, comprometidos com a função pública, republicanos e democratas que pensam no bem comum e deixemos de seguir o caminho contrário da evolução da medicina achando que o excesso de pessoal é melhor que o investimento em mais tecnologia, pois é algo que se mostrou a melhor forma de organizar e melhorar os serviços independentes da área aplicada. Devemos pensar em carreira pública para o médico ao modelo da melhor organização pública de saúde no Brasil que é a Rede Sara para tratamento de lesões neurológicas e ortopédicas. Também devemos respeitar os jovens médicos com ambições e sonhos e respeitar seus pais que pagaram as faculdades particulares por seis longos anos. Finalmente, respeitem o médico, a medicina e os jovens médicos. Deixem-nos trabalhar em paz e nos dêem condições adequadas e verão que faremos muito com menos gente que o prometido pelo autoritário governo. Obrigado.

12 Julho 2013
Tio Ligas também foi a Brasília

 

 

Havia dito que somente o prefeito Elizeu esteve em Brasília essa semana, mas o prefeito de Otacílio Costa, Tio Ligas, também esteve.

TioLigas.jpg

Ele foi levar projetos, um deles para a construção de um posto de saúde, que está orçado em mais de R$ 400 mil.  Veio de lá otimista com as perspectivas.

12 Julho 2013
A 33ª Mostra do Campo foi aberta ontem

 

Ontem, em Bocaina do Sul aconteceu a reunião dos prefeitos da Amures, a reunião do Conselho de Desenvolvimento Regional e a abertura da 33ª  edição da Mostra do Campo.

 

mostra10.JPG

Prefeito Luiz Carlos Schmuler estava faceiro com a participação de muita gente na abertura do evento e foi bastante prestigiado pelo políticos de seu partido.

Schmuler também comemorou, na ocasião, a vinda de uma madeireira do Recife para se instalar em Bocaina. Já está sendo montada a empresa que exporta madeira destinada à construção civil.

 

mostra3.JPG

O deputado federal Ronaldo Benedet e o prefeito de Campo belo e presidente da Amures, Padre Edison

 

mostra7.JPG

Até o deputado estadual Ismael dos Santos subiu a serra para acompanhar a festa.

 

mostra9.JPG

O secretário Regional, Gabriel Ribeiro, o diretor da SDR Juarez Mattos e a deputada Carmen Zanotto

 

mostra14.JPG

E até a ex-prefeita Marta esteve lá e elogiou a organização do evento.

 

mostra2.JPG

O padre Darci Sá deu a benção. Ele é grande apreciador do tradicionalismo e não perde nenhuma cavalgada. Esse ano estará novamente presente na cavalgada que acontece nessa sexta-feira.

 

Da programação da mostra consta uma partida de "futboi" e "Pega o porco". Tem divertimento para todos.

 

mostra13.JPG

Muita música boa e gente que aprecia o tradicionalismo.

 

mostra11.JPG

O pavilhão onde aconteceu a abertura estava cheio....

 

Mostra_1.JPG

e todos se serviram a vontade da polenta e porco no tacho

 

Mostra5_1.JPG

 

Hoje à tarde haverá o tradicional, desfile no centro de Bocaina. A festa prossegue até domingo, sendo que na terça-feira é feriado por conta do aniversário dos 19 anos de emancipação.

 

No parque de exposições estão instaladas 31 barracas, que mais parecem pequenas casas...

 

mostra16.JPG

Onde se recebe os amigos com todas as honras:  o bom chimarrão e comida típica.

 

mostra17.JPG

Como nessa barraca. Todas têm seu fogão de tijolos para preparar a comida. Essa barraca é da família do vereador Marcio Coelho

 

Última atualização em Sexta, 12 de Julho de 2013 12:33