Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

unnamed_38.jpg

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
11 Julho 2018
Dificuldade no atendimento no PA Tito Bianchini

Hoje foi uma manhã difícil para quem foi ao Pronto Atendimento Tito Bianchini. Inúmeras pessoas esperando por atendimento estabelecendo uma situação caótica.

Segundo os responsáveis esta grande procura foi inesperada e há ainda a questão de muitas pessoas permanecem no Pronto Atendimento à espera de um leito nos hospitais. O sistema do Sisreg que regula os internamentos tem sido um gargalo neste processo.

O repórter Daniel Goulart trouxe a matéria com a queixa das pessoas que aguardavam atendimento. E, criticou a falta de profissionais para atender a demanda.

11 Julho 2018
Prefeitos elogiam o presidente da Alesc

unnamed_34.jpg

“A politica se constrói com o respeito do passar dos anos com cada liderança não interessa quem for”, a afirmação do presidente da Alesc, deputado Aldo Schneider (MDB), foi dada durante reunião com prefeitos na manhã de hoje (11) para garantir que o que é dito por ele é fato. 
“O senhor não é deputado é um amigo. Confiamos na sua palavra acima de tudo” , emendou a prefeita de Santa Cecília, Alessandra Garcia.
 
Foto: Guto Kuerten
Última atualização em Quarta, 11 de Julho de 2018 13:29
11 Julho 2018
Gabriel justifica ao empresários porque votou pela criação de 800 cargos no judiciário

unnamed_33.jpg

“São cargos técnicos para elaborar sentenças, não são cargos apadrinhados. Atualmente há um excesso de processo no Estado, são mais de 3,7 milhões de processos para cerca de 370 juízes. Com a criação destes cargos pretende-se acelerar esses julgamentos, principalmente no interior do Estado. Eu me pauto pelo correto, vi os números e as justificativas e votei conforme minha consciência”,

O deputado Gabriel Ribeiro (PSD) ao explicar, durante reunião com a diereção  da Acil a razão de ter votado pela criação de mais 800 cargos no Judiciário.

Gabriel explicou que analisou muito a situação e baseou seu voto no relatório apresentado pelo TJSC, que demonstrou que sairia mais barato contratar comissionados do que realizar um concurso público. Segundo ele, essas contratações não irá onerar o Estado, pois o judiciário tem orçamento próprio e estes custos são de responsabilidade do TJSC.

11 Julho 2018
Levantamento dos Bombeiros sobre imóveis abandonados em SC

O Corpo de Bombeiros de SC fez um levantamento dos imóveis abandonados em todo o estado e levantou um total de 170.

Em Lages relacionaram cinco imóveis, mas acho que existem muito mais. Só cinco deles eu cito bem rapidinho, sem sequer sair para um levantamento.

Na presidente Vargas há duas casas abandonadas.

download_1.jpg

Na Avenida Belisário Ramos, quase no cruzamento da Pres. Vargas há um prédio que foi embargado há anos e tem outro igualzinho no Morro do Posto, que aliás, é do mesmo proprietário.

Há ainda a antiga construção da Casan, no São Cristóvam...

e o prédio do governo na Rua Correia Pinto.

Pr__dios_abandonados_Lages_Vinicius_Prado_07_02_2018_5.jpg

O antigo Hotel Catoni na rua São Joaquim... Isso para citar alguns!

11 Julho 2018
Preocupação com o calendário eleitoral

 

A justiça eleitoral veda algumas ações do poder público e o prefeito Antônio Ceron já determinou à Procuradoria que faça uma cartilha a ser distribuída à equipe para orientar a respeito da legislação. Ceron lembrou que o ato de sexta-feira com o repasse de recursos da deputada federal Carmen Zanotto, se acontecesse na segunda-feira, o deputado Gabriel Ribeiro (PSD) e o vereador Thiago Oliveira (MDB) já não poderiam participar porque são candidatos.

 

11 Julho 2018
Arrecadação da prefeitura continua caindo e Ceron está assustado com o crescimento das despesas

 

Embora não tenha números fechados, o prefeito Antônio Ceron disse ontem, durante entrevista coletiva quinzenal, que houve queda da arrecadação em maio e, em junho, continuou caindo conforme já havia sido previsto em função da greve dos caminhoneiros.

“Mas o que mais nos assusta é o crescimento das despesas”, disse ele. Do dinheiro que a prefeitura administra – tirando, portanto as verbas carimbadas – somam R$ 28 milhões. Deste total, R$ 25 milhões vão para a folha de pagamentos e todos os encargos inerentes. Se somadas as despesas de luz, água, telefone, alugueis, não fecham os valores.

21213298.jpg

“Já informei a equipe que não há jeito, será preciso fazer a ajustes”, disse Ceron. A primeira delas é de que a partir de janeiro do ano que vem, a administração só atenderá novos programas que forem obrigados por lei. Portanto, se há ainda alguma instituição que está tentando buscar subvenções, desista de uma vez.  Só se passar pelo rigoroso crivo do prefeito e “pelo quadro de hoje não deverá iniciar nenhum”, disse.

Queixa-se que o governo federal implanta suas políticas públicas, mas quem tem de custear as despesas é o município. A prefeitura acaba arcando com até 80% do custeio de alguns deles. A situação financeira está pior do que havia sido previsto, diz Ceron, porque tem um agravante: O aporte da prefeitura no mês passado ao LagesPrevi foi de R$ 1 milhão e 633 mil. Com este dinheiro o poder público poderia fazer muitas melhorias na cidade.

O LagesPrevi está se tornando “impagável”, pois no ano passado iniciou com menos de R$ 500 mil e em oito meses aumentou tudo isso. O instituto tem hoje dois regimes, um dos servidores mais novos e que tem dinheiro e outro antigo que que é deficitário porque não tem mais a arrecadação dos servidores novos que irrigam um fundo que só vai valer para daqui a 25 anos, explicou o prefeito. 

Há ainda a questão do piso do magistério, em função da lei municipal que impõe o piso na carreira. Este é um assunto que Ceron vem adiando, mas ele acredita que terá de mexer nesta questão mais lá na frente sob pena de comprometer a prefeitura financeiramente.

Ceron foi questionado a respeito das críticas do professor Ari Martendal que com a falta de ajuda da prefeitura, o Programa Lages 100 Fome estaria fadado a morrer.

8e4a4a614107d2cf023561d9ca5c2962.jpg

“Ele é um anarquista por convicção e fé”, disse o prefeito se referindo ao professor. Mas, observou que o programa não existe como entidade.

“Não tiro o mérito do trabalho que eles realizaram. Mas no marco regulatório não se permite mais o repasse ao programa. Quando foi criado o Lages 100 Fome se justificava, mas hoje existem políticas sociais que atendem estas famílias”, falou Ceron.

Argumenta que público alvo do Lages 100 Fome não estão desassistido, “porque nunca foi distribuído tanto alimento como hoje”, garante.

11 Julho 2018
O Caminho dos Vinhos não passa pela Serra

unnamed_32.jpg

Embora seja a nossa região que mais produz vinhos de altitude no estado, o roteiro Caminho dos Vinhos está sendo implantado no meio oeste. É que lá eles tomaram essa iniciativa e aqui apostamos apenas naquilo que a natureza nos dá de graça: o frio. Não se cria mais nada e nem se investe para incrementar este turismo. Ou fazer com que o turista que aqui vem usufrua melhor do que a Serra tem.

 

11 Julho 2018
Presidente de associação incita moradores a cobrar ações da prefeitura
Atenção moradores do Guaruja e adjacentes! 
 
A Associação de moradores do bairro GUARUJÁ tem conhecimento da quantidade de ruas esburacadas e que precisam de patrolamento, cascalho e limpezas de bueiros. 
 Fizemos vários pedidos para secretaria de infraestrutura com sr. Claiton Bortoluzzi II e estamos aguardando o atendimento.
Vir arrumar só uma rua não resolve o problema. Mais de 80% das nossas ruas precisam de algum tipo de serviço.
Por favor nos ajudem a cobrar do poder público.
Somente um multirão para resolver o problema. 
 
Um grande abraço.
Obrigado.
Luiz Borges
Presidente da Associação de Moradores
Última atualização em Quarta, 11 de Julho de 2018 12:17
11 Julho 2018
Mais um foi parar dentro do Carahá

unnamed_31.jpg

O rio Carahá parece que tem um poder de atrair os veículos porque de tempos em tempos um deles acaba sendo engolido por ele.

Este aí caiu no rio nesta terça e foi retido por uma das árvores. Ainda bem que o Tchá Tchá não cortou estas ai... ainda!

10 Julho 2018
Pronunciamento para destacar atuação de médico lageano

um.png

Deputado federal do MDB, Celso Maldaner fez um pronunciamento, hoje (10), na Câmara dos Deputados falando a respeito de uma visita que fez ao médico lageano, Celso Anderson de Souza, que aos 91 anos continua atendendo, pelo SUS em um bairro de Lages.

Ele foi um dos primeiros lageanos a se filiarem ao MDB e fundador do partido em Lages, foi vice-prefeito eleito na administração Dirceu Carneiro e depois prefeito de Lages, quando Dirceu renunciou para concorrer ao Senado.

Início  |  « Anterior12345678910Próximo »  |   Fim