Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
12 Setembro 2018
Outro trecho da Coronel Córdova ainda será licitado

0_23.jpg

A empresa CCL Construtora iniciou nesta semana as obras do recapeamento asfáltico da rua Coronel Córdova, em trecho de 386 metros de extensão.

Inicialmente foi feita a implantação da rede pluvial e drenagem para escoar a água das chuvas e agora está sendo executada a pavimentação asfáltica. Também será implantada sinalização horizontal e vertical de trânsito nas pistas de rolamento. Estão sendo investidos R$ 263 mil.

“O segundo trecho de pavimentação da Coronel Córdova, que se estenderá até a confluência com a avenida Dom Pedro II, deverá ser licitado brevemente”, disse o secretário Claiton Bortoluzzi.

Foto: Toninho Vieira

12 Setembro 2018
Professores municipais conseguem na justiça direito de receber o terço constitucional sobre 45 dias de férias

0_22.jpg

A Terceira Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina reconheceu que os professores da rede pública municipal de Lages têm direito de receber o terço constitucional sobre 45 dias de férias, e não mais sobre 30 dias.

A decisão judicial unânime e favorável à ação movida pelo Simproel (Sindicado dos Profissionais em Educação do Município de Lages) foi obtida na terça-feira, dia 4 de setembro de 2018.

O benefício abrange todos os professores regentes. “Essa decisão reconhece um direito garantido por lei para os professores do município de Lages que atuam em sala de aula”, diz a presidente do sindicato, Elaine Moraes.

A partir de agora, o sindicato irá orientar os associados que têm direito ao benefício, sobre a tramitação necessária para o recebimento dos valores provenientes da ação.

12 Setembro 2018
Ranzolin questiona declarações da secretária no caso Apae

O advogado Kiko Ranzolin voltou à carga com relação ao Caso Apae, a partir das declarações feitas durante a coletiva com o prefeito, na última segunda-feira. A secretária da Saúde disse na ocasião:

 -“É de uma irresponsabilidade absurda declararem que o município está retendo valores.”

"Ainda, por qual razão, sabendo desde o ano passado da existência da portaria do Ministério da Saúde, a subsecretária só buscou a procuradoria em julho deste ano, deixando a APAE sem solução por cinco meses?

Outra: o Ministério da Saúde sabe que os meses de janeiro e fevereiro deste ano foram pagos sem a documentação exigida, contrariando a dita portaria?

Cá pra nós, subsecretária, “irresponsabilidade absurda” é deixar o público da APAE, por cinco meses, sem atendimento, é levar uma eternidade para fazer contato com a Procuradoria do Município para efetivar o documento necessário, é pagar de forma contrária à norma!

Ah, mas eles foram atendidos. Foram atendidos porque a APAE utilizou recursos próprios, esgotando as reservas que tinha, para prestar serviços que são de responsabilidade da sua pasta, subsecretária!

Para esconder o malfeito, a senhora, subsecretária, afirmou na coletiva da última segunda-feira: - “que a portaria que rege os convênios mudou a partir de janeiro deste ano e, antes disso, os convênios não foram atualizados, sendo o processo entregue com atraso por parte da instituição, por isso não foram repassadas verbas neste período.”

Qual processo foi entregue com atraso pela APAE? O próprio Procurador do Município, na primeira nota, afirmou que só foi procurado pela Secretaria da Saúde em julho deste ano. Não é verdade?

Mais: uma vez que há normas técnicas para a elaboração do “processo”, não seria competência da Secretaria da Saúde requerer os documentos necessários para a APAE? A Secretaria da Saúde fez isso? Quando? Desculpe, subsecretária, mas suas manifestações não condizem com a realidade dos fatos.

Na coletiva, subsecretária, dentre tantos absurdos, a senhora também afirmou: - “Em 2017 fizemos o repasse de R$ 180 mil, mas tudo feito sem convênio, o que é ilegal.” Curto e grosso, a senhora sabe que pagar sem convênio é improbidade administrativa? Percebe o tamanho da encrenca? Duvido!!!

Já o secretario-mor afirmou, em sua coletiva: - “Não existem mais os famosos ‘jeitinhos’, precisamos fazer tudo dentro da lei. Tenho certeza de que de agora em diante tudo se normalizará”.

É mesmo? Pois saiba, verdadeiro Secretário da Saúde, que o convênio com a APAE foi firmado em agosto último e, apesar dos valores em atraso e de haver dinheiro em caixa, a APAE ainda não recebeu um centavo sequer.

Pior: a prefeitura firmou mais dois convênios com a APAE, um na área do desporto e outro na área da educação. O convênio com a Fundação Municipal de Esportes, no valor de R$ 30.000,00, foi firmado em abril e a APAE só recebeu uma parcela até agora. Já o convênio na área da educação foi firmado em junho, no valor de R$ 120.000,00, a ser pago em 12 parcelas de R$ 10.000,00 para atender 50 alunos. Até a presente data a APAE nada recebeu dele.

Assim se pronunciou Kiko Ranzolin, no Portal OnNews

Confira lá:

http://onnews.com.br/Institucionals/Noticia?Id=3443

12 Setembro 2018
Samuel diz que não existe fila, mas prioridades, no caso da construção de moradias

SSamuelo1.jpg

“Não são 300, mas 15 mil famílias na fila de espera por moradia hoje em Lages. Não falamos em fila, mas em prioridades. Não foi ultrapassado ninguém. Temos uma demanda enorme e uma capacidade de resolução muito limitada”.

A declaração é do secretário da Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, tentando esclarecer que “ninguém passou por cima de ninguém”, no caso envolvendo o executivo de Gabinete que declarou via WhatsApp que teria interferido para atender um caso que o vereador Bruno também havia intermediado.

Segundo Samuel, no ano passado o setor de Habitação construiu oito casas solicitação por demanda judicial, atendeu outros oito casos em que as famílias tiveram a residência destruída por incêndio – que foram feitas com os recursos destinados pela Câmara com a verba economizada e que permitirão a construção de 10 unidades – e 60 reformas. Já neste ano, segundo Samuel, foram construídas cinco casas por demanda judicial, outras quatro que foram destruídas por incêndio e 30 reformas.

Última atualização em Quarta, 12 de Setembro de 2018 13:24
12 Setembro 2018
David quer saber com que objetivo os estrangeiros estão vindo a Lages

Sem título_4.jpg

O vereador David Moro diz que entrou com este requerimento na Câmara porque empresários lhe procuraram para saber a respeito. Ele entendeu que se os voos da Azul estão trazendo estrangeiros para Lages é necessário saber com que objetivo: se a turismo ou a negócios

Última atualização em Quarta, 12 de Setembro de 2018 13:27
12 Setembro 2018
Marin diz que: "o fogo amigo é que é perigoso". Fez um desabafo contra companheiros de partido

 

Diante das queixas dos vereadores, o presidente da Câmara, Luiz Marin aproveitou também para desabafar, segunda-feira, o que lhe estava preso na garganta.

Embora não dizendo o nome porque em uma entrevista que ele o citou este prometeu lhe processar, todos sabem que se trata do vice-prefeito Juliano Polese que lhe deu uma rasteira na convenção, lançando seu nome a deputado federal.

MarinLucas.jpg

“O fogo amigo é que é perigoso. Você tem de ter cuidado com a pessoa que está a seu lado”, disse Marin argumentando que Polese estaria incitando colegas de partido para criar intriga. O magoou o fato de que: “um companheiro meu que eu ajudei a vida inteira, vem falando que estou tentando tirar o tapete de Lucas”.

 

Última atualização em Quarta, 12 de Setembro de 2018 12:53
12 Setembro 2018
Audiência pública discute o suicídio. Dados de SC são preocupantes

Ao desmembrar o primeiro Boletim Epidemiológico de Tentativas e Óbitos por Suicídio no Brasil, divulgado pelo Ministério da Saúde, a região Sul fica nitidamente em destaque. Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná respondem por uma taxa de 23% dos casos. Considerando que os Estados detêm somente 14% da população nacional, o número é preocupante. 

Por iniciativa do deputado Fernando Coruja, presidente da Comissão de Direitos Humanos e autor da Lei que institui em Santa Catarina a Campanha de Valorização da Vida, denominada Setembro Amarelo, será realizada nesta quarta-feira (12.09) às 10:00h, Audiência Pública no Plenarinho da Assembleia estadual para debater o assunto com a Associação Catarinense de Psiquiatria.

12 Setembro 2018
Moisés abre espaço para a vice assumir o partido

Nos próximos dias haverá mudança no Partidos dos Trabalhadores de Lages.

Moises.jpg

Moisés Savian, atual presidente deve se licenciar para que a vice Vera Vargas assuma a direção. A ideia é dar oportunidade para as novas lideranças.

VeraVargas.jpg

Será o único partido local a ter uma mulher na presidência – a Carmen Zanotto é presidente estadual do PPS e no passado também Marli Nacif presidiu o PP-.

Vera Vargas é uma líder comunitária do Bairro Popular

Última atualização em Quinta, 13 de Setembro de 2018 12:03
11 Setembro 2018
Moradores da Avenida 1º de Maio pedem a pavimentação

2bd6c022_c723_4f95_8505_68b90d0193fe.jpg

Moradores da avenida 1º de Maio, do bairro da Várzea, fizeram uma manifestação nesta tarde (11), com uma passeata exibindo faixa: “Socorro! Não suportamos mais o pó nessa avenida”. Pedem pela pavimentação.

O que eles não se conformam é que não são mais do que 800 metros o trecho sem asfalto, o que faz os moradores comerem pó todos os dias.

Última atualização em Terça, 11 de Setembro de 2018 21:38
11 Setembro 2018
Mariani defende a ampliação do ensino médio em tempo integral em SC

0fbf3d3d_44bc_492a_acc8_ca30a43d12a0.jpg

Mauro Mariani, candidato ao governo pela coligação “SC Quer Mais”, defendeu a ampliação do ensino médio em tempo integral em SC e um maior envolvimento dos professores na construção do futuro dos alunos. As declarações foram dadas durante sabatina no Jornal do Almoço, na NSC TV, na segunda-feira, 10.
 
Segundo o candidato, será possível triplicar, em seu mandato, o número de estudantes em período integral nos colégios estaduais. Isso garantirá melhores resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), onde o Estado ocupa atualmente a nona posição no país no Ensino Médio público.
 
“O Ensino Médio, que é responsabilidade do Estado, está muito ruim. Precisamos melhorar, pois temos uma realidade que não condiz com a excelência do nosso Estado. Estou muito preocupado com isso, e fui ver experiências exitosas já no ano passado. Fui em Pernambuco, que era o 22º (no IDEB) e rapidamente passou para o 1º (em 2015). O que eles fizeram? Ensino em tempo integral. Santa Catarina tem 7% dos adolescentes com ensino em tempo integral. Lá eles têm 47%. Por isso estão em primeiro”, disse Mariani.
 
Outra questão prioritária em um governo do emedebista será o combate à evasão escolar. Durante a sabatina, Mariani defendeu o uso da tecnologia para tornar a escola mais atrativa e disse que convocará a sociedade para realizar um mutirão com o objetivo de trazer de volta aos estudos as aproximadamente 64 mil crianças e adolescentes hoje fora da sala de aula:
 
 
Última atualização em Terça, 11 de Setembro de 2018 16:21
Início  |  « Anterior12345678910Próximo »  |   Fim