Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

lages.png

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
11 Maio 2017
Fecha loja de construção de 39 anos

unnamed_24.jpg

Página 11 do Jornal O Momento

 

O fechamento da Loja Cepar já era comentado nos bastidores há tempos. Ouvimos falar inclusive da venda para as Casas da Água. Mas, pelo visto não houve negociação.

unnamed_29.jpg

Última atualização em Quinta, 11 de Maio de 2017 16:40
10 Maio 2017
A Casa de Apoio Colibri está pedindo ajuda

 

Dona Neusa de Oliveira,  fundadora e presidente da Casa de Apoio Colibri informou hoje que com o dinheiro do convênio com a prefeitura - sustado em função do Marco Regulatório -  eram pagos parte dos salários dos funcionários. Com a perda de tais recursos está complicada a manutenção da casa:
"Nós trabalhamos para manter a casa, mas precisamos algum recurso fixo, já que o que arrecadamos vem de doações e voluntariado, que nem sempre resulta numa mesma quantia e não sabemos se será suficiente para cobrir nossas despesas. Esperamos que, em breve, consigamos encontrar uma forma de celebrar novos convênios. Estamos preparadas para elaborar projetos com esse fim."
 
Colibri.jpg
 
Criada há 14 anos em Lages, a Casa de Apoio Colibri atende 35 pacientes de câncer por mês. São pessoas vindas de várias cidades da Serra Catarinense e também de outros municípios do Estado.
 
A Casa tem uma despesa mensal de, aproximadamente, R$ 12 mil, sendo que quase 50% desse valor refere-se ao pagamento da folha de três funcionários.
 
Como a casa se mantém?
 
Com os recursos de convênio, doações e o trabalha das volutárias que produzem artesanato cujo venda reverte para a casa, além de um brechó abertos todas as tardes de quartas-feiras e quintas-feiras, na própria sede da entidade. 
 
Colibri2.jpg
 
Outra fonte de renda são os dois eventos promovidos pela equipe de voluntárias: um jantar beneficente, sempre promovido no mês de junho; e um café colonial com bazar, que acontece no mês de novembro.
 
A Casa de Apoio Colibri está pedindo ajuda
 
Quem quiser contribuir, pode fazê-lo por meio de doações em dinheiro, doações de roupas para serem vendidas no brechó, comprando no brechó e participando dos eventos promovidos pela instituição.
 
A Casa de Apoio Colibri fica na Avenida Belisário Ramos, Bairro Copacabana, em Lages e o telefone de contato é o (49)3227-0799.
 
Fotos e informações: Cláudia Pavão
10 Maio 2017
Remuneração de conselheiro da Celesc

CeronCelesc__2_.jpg

Estava faltando esta informação. Ai está.

Se é legal ou não é uma outra discussão. 

10 Maio 2017
Marin decidiu questionar para saber qual lei criou o Observatório de Lages

Vereadores3.jpg

O vereador Luiz Marin está pedindo ao Observatório Social qual foi a lei que criou a organização em Lages e como ela se mantém financeiramente; quantos colaboradores atuam no Observatório e qual o seu horário de funcionamento; quais os serviços que realiza atualmente; e como são medidos ou avaliados os relatórios elaborados pela entidade.

Este questionamento tem uma razão. É que no levantamento das matérias apresentadas por cada vereador, consta que Marin foi um dos que apresentou o menor número delas.

10 Maio 2017
Na sexta, Colombo reúne os secretários regionais para explica o funcionamento do Fundam 2

colegiado_discute_o_fundam_2_20170510_2013689775_1.jpg

O governador Raimundo Colombo reuniu o colegiado para anunciar a confirmação da segunda edição do programa Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam).

Nesta sexta-feira, 12, o governador reúne os secretários regionais para apresentar a proposta do Fundam 2. E ao longo das próximas semanas, serão realizadas reuniões, lideradas pelo governador Colombo, com diferentes associações de municípios para tratar da formatação do programa.

Hoje (10), será encaminhado pelo executivo projeto para a Assembleia Legislativa, em regime de urgência, pedindo a aprovação para que o estado realize os financiamentos dos recursos necessários. A proposta do Fundam 2 já tem o aval do governo federal e do BNDES. O valor previsto para esta segunda edição é de R$ 700 milhões. Na primeira edição foram R$ 606 milhões.

Foto: James Tavares/Secom

10 Maio 2017
Entrega de títulos em Correia Pinto reúne peemedebistas

mariani.jpg

O deputado federal, Mauro Mariani esteve ontem em Correia Pinto para a solenidade de entrega do título de "Amigo de Correia Pinto", concedido pela Câmara. Fez parte das comemorações dos 35 anos de emancipação do município.

Aqui o deputado com o ex-vice prefeito Marcos Beffort e o vereador Anildo do Nascimento que fez a sua indicação para o título.

Mariani3.jpg

A deputada estadual Dirce Heideischeidt  também foi uma das homenageadas e o vereador de Lages, David Moro a acompanhou no evento, uma vez que é o seu principal cabo eleitoral na Serra.

Mariani2.jpg

Muitas lideranças do PMDB de Lages foram a Correia Pinto prestigiar os companheiros homenageados. O ex-prefeito Elizeu Mattos foi um deles.

Mariani1.jpg

Muita gente compareceu ao Centro de Eventos onde ocorreu a solenidade.

Fotos: Reginaldo Heine

10 Maio 2017
Relógio do Coral precisa de ajuste

Prefeitura_instala_mais_dois_termometros_na_cidade_1446738250.jpg

 

O termômetro e relógio do bairro Coral está há mais de um mês com o horário errado.

Acho que o secretário do Meio Ambiente, Euclides Mecabô, teria de mandar alguém fazer os ajustes necessários.

10 Maio 2017
Vereador Jair quer saber se procurador do município se ausenta da função para participar das reuniões do Conselho da OAB

 

informa____oJair.jpgInfor.jpg

Não bastasse o prefeito fazer parte de dois conselhos, da Casan e da Celesc, o procurador geral do Município, Agnelo Miranda também faz parte con Conselho Estadual da OAB/SC. 

O vereador Jair fez um pedido de informação para saber se realmente isso ocorre. Confesso que não sei dizer se isso é legal ou não, mas pelo que coloca o vereador, ele teria de deixar a função na prefeitura para se deslocar à Capital e participar das reuniões do conselho.

Vem bater com a questão que envolve também  o prefeito Ceron: dedicação exclusiva.

O advogado Kiko Ranzolin garante que não é permitido acumular cargos remunerados, mas o prefeito Ceron também garante que não há incompatibilidade.

Só mesmo o Ministério Público para nos dizer quem tem a razão!

10 Maio 2017
Aeroporto de Jaguaruna será refeito e Lages fica com dois aeroportos de porte tímido

Os Aeroportos de Jaguaruna, Correia Pinto e São Joaquim

 

A proposta apresentada, essa semana, pelo governo de Santa Catarina para Jaguaruna, não é de ampliação aeroportuária. É o de construção de um aeroporto completamente novo! A pista de 2.500m passará para 3.500m. A largura da pista de 30m, que já é estreita para os padrões atuais, passará para 60m como nos aeroportos internacionais modernos (3.500 x 60m). O voo por instrumento GPS deverá ser complementado com o sofisticado ILS. Na verdade, serão dois conjuntos ILS, um para cada cabeceira. A resistência do piso deverá suportar 400 toneladas ou PCN 85, do inglês, Pavement Classification Number.

Acredito que o governador do estado deveria usar esse esforço e futura verba proposta de Jaguaruna para concluir definitivamente o aeroporto de Correia Pinto. Depois de anos e milhões gastos, a pista construída em Correia Pinto é de apenas 1.600m, ou seja, para turboélices de 70 passageiros. Construiu-se apenas 70m a mais que o do aeroporto de Lages. A Serra necessita urgentemente de um pista/aeroporto para receber, sem restrição operacional, os jatos regionais da segunda geração que acomodam 144 passageiros em média. Correia Pinto precisa pista de 2.200 x 45m! Também não adianta construir pista de 1.300m como a de São Joaquim, porque um turboélice de 70 passageiros necessita 1367m para decolar ao nível do mar, e muito mais em cima da serra. Observo que tanto Correia Pinto quanto São Joaquim ainda não possui voo por instrumento GPS como no aeroporto de Lages. A previsão para a instalação do GPS nesses aeroporto ainda não tem data definida.

Se a região de Joinville, Jaraguá, Blumenau, Navegantes e Chapecó são os maiores exportadores do estado, porque esse investimento em Jaguaruna, uma vez que, tem também administração aeroportuária por empresa privada? 

Um fato que chama a atenção é o anúncio recente do governo federal de tornar o aeroporto de Navegantes, o maior polo integrado de logística da região sul, englobando os modais aéreo, marítimo e rodoviário. No quesito aeroporto de Navegantes, o governo federal promete uma nova pista de 2.800m de comprimento. 

Se Jaguaruna e o Estado de Santa Catarina querem crescer e tornar o aeroporto de Jaguaruna um aeroporto internacional de carga, precisam de sócios capitalistas e gestores com experiência internacional para esse investimento básico de R$ 850 milhões de reais.

Não sou contra nenhum aeroporto. Somente acho que devemos concluir as obras em andamento com a infraestrutura e a tecnologia do século 21, antes de nos lançarmos em outros empreendimentos. Principalmente agora, quando de discute a privatização de todos os aeroportos nas capitais e mais uns 30 em cidades médias. O erário bem administrado e aplicado em obras essenciais de transporte, com certeza, trará um retorno superior ao estado de Santa Catarina.

unnamed_23.jpg

Foto, comparativo de tamanho entre um jato regional de 66 lugares e o Airbus A320 de 174 passageiros e os cargueiros Boeing B757, Airbus A330 e Boeing B777 que Jaguaruma pretende receber. Finalmente, o Airbus A380, maior aeronave de passageiros.

Saudações,

Claudio Lemes Louzada

Quem é ele?

Cláudio é consultor para o Modal Aéreo e Administrador de Aeroportos Regionais 

Última atualização em Quinta, 11 de Maio de 2017 13:17
10 Maio 2017
Tucanos já estão trabalhando a candidatura de Amaral

TucanosSão_1.jpg

O presidente do PSDB-Lages, Roberto Amaral esteve em São Joaquim, para encontro do partido coordenado pelo ex-prefeito de São José do Cerrito, José Maria de Oliveira Branco.

Objetivo: “Fazer do PSDB uma forte aliança e estar integrado junto aos anseios da comunidade, vencendo uma eleição ou não, é um dos nossos objetivos. Este trabalho continuado contribuirá para o fortalecimento político na região serrana”, aponta Roberto Amaral.

Para o coordenador regional do PSDB, Roberto Pagani de Almeida, do município de Urupema, o partido se fechará em torno da candidatura de Amaral. “Vejo em Roberto Amaral um grande potencial para representar a serra catarinense no cenário político estadual e também na esfera federal”, afirma. 

Foto: Silviane Brum

Início  |  « Anterior12345678910Próximo »  |   Fim