Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

lages.png

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
14 Agosto 2017
Falta de medicamentos para tratamento do câncer no Tereza Ramos está repercutindo em todo o estado

Veja este vídeo que está tendo grande repercussão nas redes sociais

14 Agosto 2017
Pacto por SC tem 263 obras previstas e já concluiu 38% delas

unnamed_9.jpg

Diário Catarinenase de 12 e 13/08/2017

O Pacto por SC é o principal programa do governo de Raimundo Colombo, mas parece e só 38% das obra estão concluídas.

No total são 263 obras em todo o estado e 167 estão andando normalmente, 64 em atraso e 32 com prazos comprometidos.

andamento_1.jpg

Temos de torcer para que o governo dê conta desta missão. Se não concluir tudo deixar bem adiantadas.

As obras que estão em atraso

IMG_20170814_093058040.jpg

Pelas projeções, o custo do Pacto ganha peso nas contas catarinenses a parftir de 2018, quando começam a ser pagas as parcelas do principal financiamento do Banco do Brasil. O gasto anual deve subir de R$ 1,35 bilhão para R$ 1,77 bilhão. Ao chegar em 2022 estará em R$ 2,1 bilhões.

Mas, isso é problema para os próximos governadores, não é mesmo?

 

Última atualização em Segunda, 14 de Agosto de 2017 12:41
14 Agosto 2017
Congregação Divina Providência na administração do Tereza Ramos

TerezaRamos.jpg

 

Soube que o desejo do governador Raimundo Colombo era terceirizar a administração da nova torre do Hospital Tereza Ramos e até de toda a unidade para a Congregação Divina Providência.

Esta irmandade já tem o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres de Lages, onde toca com eficiência a unidade. Contudo, o governador ainda não teria  convencido a congregação até agora. O motivo é de que hoje são poucas os membros desta irmandade e a maioria já está idosa.

14 Agosto 2017
Temer quer fazer um teste parlamentarista

Li que entre os vários feitos que o presidente Michel Temer pretende fazer neste seu curto mandato estaria uma experiência parlamentarista. Isso no último ano de seu governo, portanto, ano que vem. A ideia é nomear um primeiro-ministro no segundo semestre de 2018, caso o Congresso aprove PEC mudando o regime de governo. O assunto tem sido discutido nos bastidores do Planalto.

O PMDB aceita bem a ideia, mas os tucanos não. Mas, você sabe: se Temer não convence, compra! Você acha que o Brasil está preparado para o parlamentarismo?

Eu, particularmente, acho que não, com estes políticos que temos aí!

14 Agosto 2017
Dívidas na área da saúde só aumentam e governador busca mais financiamentos

IMG_20170814_084422205.jpg

O vereador João Chagas já informava, semana passada, que seu irmão que estava sendo tratado em Florianópolis contra um câncer, enfrentou lá também o problema da falta de medicamentos.

O setor da saúde está de mal a pior e a dívida é muito grande. Enquanto isso nosso governador vai aos Estados Unidos em busca de financiamento para a área rural. Vai fazer mais dívidas!

Última atualização em Segunda, 14 de Agosto de 2017 15:51
11 Agosto 2017
Aproveite o Refis e parcele suas dívidas em até 36 vezes

 Além dos descontos que podem chegar até 100% dos juros e correções, com o Refis os devedores dos impostos municipais podem parcelar os valores em até 36 vezes.

O período de adesão dos benefícios acontece de 1º de agosto a 15 de dezembro de 2017, mediante a lavratura e assinatura de Termo de Parcelamento e Confissão de Débito junto ao Balcão de Arrecadação da Secretaria Municipal da Administração e Fazenda e Setor de Conciliação da Execução Fiscal do Município.

Confira as condições de pagamento no Refis:

Forma de pagamento

Pagamento até 30/09/2017

Pagamento até 30/11/2017

Pagamento até 15/12-2017

À vista

100% (sobre juros e multa)

90%

80%

Até 3 parcelas

90%

80%

70%

Até 12 parcelas

80%

70%

50%

Até 24 parcelas

60%

50%

30%

Até 36 parcelas

40%

30%

10%

 

11 Agosto 2017
Árvores serão retiradas de cinco pontos das margens do rio Carahá

unnamed_8.jpg

A Secretaria de Serviços Públicos deverá retirar 30 árvores alo longo da calha do rio Carahá.

São cinco pontos determinados, onde as árvores comprometidas se localizam. Muitas dessas árvores morreram e encontram-se secas e por isso apresentam perigo de queda, iminente, sobre a calha do rio ou até mesmo em cima das pistas de rolamento da popular e movimentada Avenida Carahá.

Outras têm pouco espaço de terras, na base do tronco, devido ao declive acentuado das encostas do rio (calha ou canal) e desta forma também podem cair com a ação do tempo, erosão e intempéries, especialmente durante as ventanias.

Foto: Marcelo Pakinha

11 Agosto 2017
Estudantes conhecem os monumentos históricos de Lages

ela2_1.jpg

 

As professoras Caroline ,Michele e Sílvia da Escola Pinto Sombra, desenvolveram um projeto sobre os monumentos de Lages e, na tarde de quinta-feira, percorreram todos os principais monumentos históricos de Lages com seus alunos do 4º ano.

 

ela3.jpg

ela_1.jpg

E o circuito de visitas terminou no Tanque Jonas Ramos, onde professosres e alunos fizeram um lanche reforçado

ellla.jpg

11 Agosto 2017
Jorginho é contra o distritão e o financiamento público

 

Jorginho_e_Kuster.jpg

Assim como a deputada federal Carmen Zanotto (PPS), o deputado Jorginho Melo (PR) já antecipou seu voto nas redes sociais. Será contra o financiamento público de campanha, que propõe R$ 3,6 bilhões para as campanhas eleitorais, e também contra o distritão.

"A maior das reformas seria acabar com a coligação na eleição proporcional. Não pode mais fazer aquela junção de partidos, cada um deveria fazer a sua nominata", exaltou o parlamentar.

11 Agosto 2017
Esta faltando medicamento no Tereza Ramos para o tratamento do Câncer

Novamente está faltando medicamento para o tratamento do Câncer no Hospital Tereza Ramos. Agora é apenas um dos componentes para a quimioterapia, mas impede que esta seja realizada. Sabemos que a interrupção do tratamento é, muitas vezes, fatal para estas pessoas.

Esta semana o vereador João Chagas (PSC) fez um requerimento pedindo informações do hospital e até se coloca à disposição para, junto com a direção, ir em busca de recursos para a suprir as necessidades.

As reclamações já chegaram até ele que também perdeu um irmão para o câncer por esta razão, ficou sensibilizado com a questão.

Chagas.jpg

“Eu perdi meu irmão no Cepom em Florianópolis pela falta de remédio. O Governo do Estado tem que assumir a dívida e comprar estes remédios, nós somos fiscais para isso. Eu não admito que falte remédio no hospital, é uma vergonha para Santa Catarina. O atendimento aos pacientes é espetacular, mas nós não podemos ficar quietos e não podemos permitir que falte remédio para câncer no hospital”, argumentou Chagas na discussão durante a reunião deliberativa da Câmara.

Última atualização em Sexta, 11 de Agosto de 2017 14:04
Início  |  « Anterior12345678910Próximo »  |   Fim