Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

lages.png

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Delações apontam a entrega de dinheiro da Odebrecht como adiantamento

 

Tem gente que está achando que o nome de Raimundo Colombo não estar incluído na lista de Fachin estaria salvo pelo gongo da Lava Jato. Contudo é o STJ o instância que o deve julgar. Os três governadores citados na lista que foi para o STF só estão ali porque estão envolvidos nas denúncias e citados junto com alguns deputados.

Ontem, em nota, novamente o governador Colombo reafirmou  que o governo não tem nenhum contrato com a Odebrecht e que aguarda a abertura do sigilo das informações para prestar os esclarecimentos.

Mas, veja o que foi publicado pelo DC a respeito:

 

Colombo.jpg

Segundo a delação, foram entregues R$ 2 milhões de adiantamento, entregues para Ênio Branco e José Carlos Oneda, referente a favorecimento na área de saneamento básico.

Matéria divulgada em 2012, liga um fato ao outro, quando Enio Branco presidia a SC Par:

Casan_1.jpgcasan1.jpg

Outra informação que nos surpreendeu é de que já corre uma outra ação sigilosa contra o governador no STJ. Esta ninguém tem a mínima noção de seu teor. 

Comentários  

 
#2 Rui Alvacir Netto 12-04-2017 17:33
rsrsrs Parabéns pela coragem... Estou surpreso...
 
 
#1 Fernando Barreto 12-04-2017 12:42
Está na cara que a ODEBRETCH deu um adiantamento ao Governador para que tivesse participação futura na CASAN. O negócio só não se concretizou por pressão, e também pelo valor muito baixo oferecido pela as ações. Até mesmo o Governador já admitiu isso na época.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código