Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Empresa Compasa vai contratar arqueóloga para avaliar impacto do asfaltamento da Coxilha Rica

unnamed_33.jpg

Por meio de um contrato assinado pelo presidente do Deinfra, engenheiro Wanderley Agostini, a empresa Compasa, vencedora da licitação para pavimentação do trecho da SC 390 na Coxilha Rica, apresentará um arqueólogo para estudar eventuais impactos sobre o patrimônio histórico da região. Assim, não há a necessidade de uma nova licitação apenas para contratar os serviços de um profissional da área.

A medida é uma exigência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que deverá se manifestar já nas próximas semanas sobre o levantamento.

E havendo a aprovação do órgão federal, o Deinfra poderá dar a ordem de serviço para o início das obras de asfaltamento do trecho de 27 quilômetros entre a BR-116 e o acesso à localidade de Bodegão, com investimentos de R$ 46,6 milhões do Governo do Estado.

“A assinatura desse contrato ainda não significa o início das obras, mas representa mais uma importante barreira superada e um avanço no processo de pavimentação dessa rodovia, que vai facilitar muito o escoamento de produtos e fortalecer a economia da região serrana”, diz Wanderley Agostin.

Foto: Pablo Gomes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código