Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

lages.png

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Prefeitura vai pagar o projeto para a IDP e também vai assumir a demolição do prédio

Em função do comentário feito aqui na segunda-feira, o prefeito Antônio Ceron informou ontem em quantas andam o projeto de revitalização do centro. Ainda está sendo aguardado o prazo legal para a contestação da decisão do Tribunal de Justiça retirando o embargo que havia sido imposto à demolição do prédio do Aristiliano Ramos a pedido do Ministério Público.

Isso deve ocorrer até a semana que vem.

 

ColomboCeron.jpg

O prefeito já conversou com o secretário Regional e o governador quanto a forma com que será executada a demolição. A prefeitura deve assumir esta tarefa e para isso é preciso que o governo ceda o imóvel à ela, para que a prefeitura possa ter ingerência sobre o imóvel. Em paralelo a isso o governo deve encaminhar também um projeto à Assembleia Legislativa para passar ao município a posse da área, já que a revitalização do centro se estenderá também para este espaço hoje ocupado pelo prédio e de propriedade do Estado.

Ainda na sexta-feira Ceron solicitou ao secretário de Infraestrutura e Planejamento, Clayton Bortoluzzi para que entrasse em contato com os engenheiros espanhóis da IDP e marcasse um encontro, para dentro da legalidade se buscar acertar o projeto. A empresa já fez inclusive as alterações solicitadas, visando atender as demandas da CDL, sobretudo para abertura de mais espaço de estacionamento (projeto inicial reduz radicalmente estes espaços). Os engenheiros ainda não apresentaram o resultado destas mudanças porque estão segurando, para só fazer mediante o pagamento do projeto.

Ceron.jpg

Conforme explicou Ceron, de fato a IDP está sem receber pelo trabalho, mas a intenção da prefeitura é estudar com eles uma forma legal da prefeitura pagar. Ceron se preocupa para que seja feita dentro da legalidade e não acabe gerando dúvidas a serem questionadas depois pelo Ministério Público. Em suma: a prefeitura pretende chamar para sí não apenas a demolição do prédio, para que seja um processo mais rápido, com o também, o pagamento do projeto. Feito isso, o governo do estado Continua responsável pela obra de revitalização, isto é: fará a licitação e a execução da obra.

Ceron tem consciência que é preciso uma certa celeridade, pois a revitalização precisa estar em andamento até 31 de dezembro, pois no ano que vem, ano eleitoral, não se sabe como as coisas se processarão no governo.

Prefeito quer que em 60 dias as obras de revitalização comecem

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código