Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

lages.png

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Começa a se desenhar o cenário das candidaturas de 2018

23601206.jpg

Na segunda-feira passada a convenção realizada pelo PP estabeleceu um norte de como se montará o quadro de candidaturas para o governo no ano que vem. Obviamente que o atual presidente estadual da sigla, o deputado federal Esperidião Amin só recuou em seu propósito de não disputar a presidência com o deputado estadual e atual presidente da Assembleia, Silvio Drevek porque fez as contas e constatou que não tinha votos suficientes para derrota-lo.

 

conen____o_PP_2_640x307.jpg

Se você não pode com o adversário, se una a ele. Este é um princípio básico da política.

 

 

Por enquanto, vence o projeto de Gelson Merísio (PSD) que antecipando-se ao processo, torna sua candidatura irreversível, mesmo à custa da perda de companheiros importantes, como os deputados federais João Paulo Kleinübing ou João Rodrigues, que o PSD, deve perder para o DEM.

Parece que não há volta: PSD e PP estarão juntos e devem montar a chapa ao governo – Merísio até acena com a possibilidade de Esperidião encabeçar, mas sabemos que ele não trabalha com esta possibilidade – tendo como candidatos ao Senado (são duas vagas na disputa): Raimundo Colombo (PSD) e Esperidião Amin (PP), provavelmente. Isso porque Amin não aceitaria ser vice. Restaria, portanto para negociar com o PSDB a vice-governança, mas que não interessa ao seu líder maior, Paulo Bauer que tem pretensões ao governo. Sozinho, as chances do PSDB são poucas, deve procurar aliados. Isso o jogaria então para os braços do PMDB, que não deve recuar de sua proposta de lançar Mauro Mariani ao governo.

fd11b6316c6126e1fd8e2da9d190c869.jpg

joao_paulo_kleinubing_som_maior_fm_4oito_bosa.jpg

 

Os novos Democratas – João Paulo e Rodrigues – certamente vão procurar aliança com o PMDB e/ou o PSDB. Neste condomínio eleitoral, haveria então uma vice-candidatura ao governo a ser oferecida.

 

PR_com_Angela_Gelson_Mer__sio_e_Jorginho_Mello.jpg

Merísio até já procurou o deputado Jorginho para conversar

Bauer teria, pelo menos a garantia de uma candidatura à reeleição, e o PMDB atrairia para a segunda vaga ao Senado o presidente do PR, deputado federal Jorginho Melo. E, de quebra, como suplente de um dos dois, possivelmente o primeiro, o deputado estadual Fernando Coruja.

São apenas especulações, mas que se não colocarem nenhum bode na sala, poderá muito bem ser o caminho. 

Comentários  

 
#1 Névio S. Filho 30-08-2017 15:40
Somos um estado em que a maior parte de nossos políticos não possuem moral para estabelecerem regras e nós sabemos quem são, o povo quer moralidade mas vota sempre nos mesmos, quanta incoerência, Amin é uma velha raposa da política parasitária e quer cargos para os amigos e mente quando fala que não quer competir, somente negocia cargos.Vergonha
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código