Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

lages.png

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Câmara rejeita moção pedindo para avaliar o corte do álamos do Carahá

Sem título_1.jpg

Esta moção apresentada pelos vereadores Jair Júnior e Bruno Hartmann foi rejeitada ontem pela Câmara.

Caraha3.jpg

Estão questionando a respeito do corte das árvores ao longo do rio, pois conforme já mostrado aqui no blog, ao que parece estão cortando árvores sadias e não apenas as doentes como anunciado.

Destaca-se que a moção não está questionando o desassoreamento do rio, apenas o corte das árvores sadias. O argumento é de que as árvores ajudam a conter a erosão das encostas.

 

Comentários  

 
#3 Davi 06-09-2017 00:10
É muito mimimi! Mesmo que se corte árvores sadias hoje, evitará uma queda no futuro!!! Acredito q após o desassoreamento das margens, haverá plantio de outras espécies de acordo com a necessidade!
 
 
#2 jane 05-09-2017 14:00
Muito interessante esta nota sobre o corte das árvores.realmen te precisa de muito estudo e acho irresponsabilid ade cortar as sadias.como são identificadas e selecionadas fazendo a distinção entre sadias e doentes?Quanto ao absurdo de tirar das margens do rio o que já tem para semear outra coisa,também considero um absurdo,porque na realidade o que está acontecendo é desbarrancar e não desassorear.Per gunto:Não deveria ter intervenção no leito do rio ao invés das margens? Precisamos ter mais consciência do que significa tudo isso,pois,é no leito do rio que está o problemas,não em suas margens.Realmen te as árvores tem raízes que ajudam a conter a erosão.`Precisa mos da comunidade lageana para conter tais absurdos e investir naquilo que é necessário!
 
 
#1 Hilo Joel 05-09-2017 12:13
O que estamos vendo é um meio desassoriamento . O fundo não está sendo mexido.Estamos a oportunidade de fazer um trabalho bem feito.Quanto as árvores nem deviam estar ali.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código