Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Prevista a pavimentação de 76 ruas, com 30 quilômetros de extensão e custo de R$ 40 milhões ao longo dos quatro anos

 

Segundo o prefeito Ceron estão sendo investidos R$ 5 milhões somente na elaboração de projetos para a pavimentação de ruas que deverão ser apresentados ao governo estadual para entrar no bolo de recursos do Fundam 2. Na lista estão 76 ruas que ficam no itinerário dos coletivos urbanos, conforme foi sua promessa de campanha.

Iniciada_pavimentacao_da_rua_Dom_Joaquim_do_Arco_Verde__no_bairro_Centenario_1475186341.jpg

Previa-se inicialmente que Lages seria contemplada com R$ 10 milhões deste montante do Fundam, mas conforme Ceron, o município deverá receber um valor maior. Embora não saiba ainda precisar quanto. A prefeitura tem pressa na elaboração dos projetos porque o dinheiro só será liberado mediante a apresentação do projeto.

Tanto que cinco municípios não receberam os recursos do Fundam 1 porque não apresentaram os projetos. Estes projetos deverão ser apresentados em três lotes, mas não há prazo especificou para que isso seja feito. Deve ocorrer ao longo da gestão. Evidentemente que a pressa é da prefeitura.

030585.jpg

Neste pacote de obras de pavimentação, também constam a recuperação da Rua Cirilo Vieira Ramos e do acesso ao Salto Caveiras.

 

Só as 76 ruas totalizam 30 quilômetros a um custo de R$ 40 milhões, mas é bom que se diga, a serem executados ao longo dos praticamente três anos da administração com recursos parte do Fundam e parte de financiamento.

 

39a945ca38b2eb103d896c90c078fd84PrefeitoCeronretomaobrasdoComplexoPonteGrande9_e1501609685230.jpg

 

“A vontade do governador Raimundo e, já combinado com o Eduardo (Pinho Moreira), é de que antes de sair já deixará o Fundam andando. É uma luta pessoal dele, que tem barreiras políticas, até alguns correligionários sendo contra, mas o Fundam é o maior programa da história de SC”, citou Ceron. Lembra que são R$ 700 milhões a fundo perdido e, sem contrapartida, para os municípios gastarem em suas prioridades.

Como se imagina que Colombo saia no início de abril - e segundo Ceron ele torce para que ele saia porque como senador vai ajudar muito SC durante oito anos-, antes disso deverá ser liberado parte destes recursos.  Na primeira edição veio para Lages R$ 5,4 milhões mas, desta vez há o comprometimento do governador é de que será bem mais. Vamos torcer para que seja assim!

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código