Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Marião disse que se fosse vereador também teria solicitado a abertura de CPI

Nesta terça-feira foram ouvidas três pessoas pela CPI da Infelicidade.

Mari__O.png

O primeiro foi o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Mário Hoeller de Souza.

O relator da comissão, Lucas Neves, perguntou a ele se não tivesse desaparecido as peças a decoração de Natal deste ano seria diferente. Ele respondeu:

- Mesmo que não tivesse desaparecido o material de decoração, seria feita da mesma forma a aquisição do material usado este ano porque é um outro conceito de Natal que nos pretendíamos fazer. Teríamos apenas bem mais luzes na cidade.

 

Lucas Neves perguntou: Vocês tiveram acesso a algum inventário do material?

-Tivemos um inventário porque fizemos o recebimento junto com a CDL. Eu não tenho conhecimento dele. Eu tenho o inventário do que nos levantamos junto com as pessoas envolvidas.

 

É possível dimensionar o prejuízo que tenha causado o desaparecimento deste patrimônio do Natal Felicidade?

- Não tenho nem ideia porque não sei o que tinha antes.

Lucas.jpg

O sr.conheceu o prefeito Sebastião de Paulo Frontin, do Paraná?

- Conheço. Ele esteve no barracão e conversou comigo. Ele veio conhecer o nosso material e na época ele perguntou se nós venderíamos. Disse que tinha de ver com o Progem e se ele autorizasse não teríamos problema porque algumas peças não teríamos como usar por causa da falta de lâmpadas. Mas o Progem demorou para dar a resposta e ficou por isso mesmo.

Marião garante que não teve nenhum tipo de doação de material para o prefeito.

 

Respondendo a pergunta de Bruno Hartmann sobre a retirada do material da decoração no começo de janeiro, Marião disse que foi a mesma equipe que havia colocado. Os técnicos que continuam trabalhando na prefeitura.

Jair Júnior pediu que Marião passe os nomes destes técnicos.

 

Disse que teve conhecimento do prefeito no Facebook festejando o empréstimo do material. E soube que ele teria encomendado para alguém de Lages fazer também algumas peças. Este alguém seria o Paulinho.

Segundo Jair, o prefeito de Paulo Frontin teve em Lages no dia 8 de outubro.

Jair perguntou se depois do dia 1º de janeiro alguém poderia ter ficado com as chaves do barracão.

- O que eu sei é que quando assumiu solicitei que trocasse as fechaduras. Isso em 12 de fevereiro.

 

Marião disse que apoia a CPI e que se fosse vereador também teria solicitado a CPI. Também confirmou que até ele assumir o responsável (ainda é) pelo barracão era o Agessander Belezinha.

Quinta, 14 de Dezembro de 2017 01:01
Escrito por: Olivete Salmória | Última atualização em Quinta, 14 de Dezembro de 2017 01:47

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código