Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Marin justifica a reposição salarial nos vencimentos dos vereadores

O presidente da Câmara, Luiz Marin (PP) recorreu ao assessor jurídico, Sandro Anacleto (PP) para explicar a respeito do reajuste dos servidores (de 4%) da Câmara e dos vencimentos dos próprios vereadores (em 2,07%), aprovados na sessão de segunda-feira, a primeira do ano, de forma rápida e tramitação recorde: protocolada na casa, lida e aprovada no mesmo dia. Obviamente que o advogado Anacleto deu toda a justificativa jurídica explicando a legalidade da revisão geral anual ou seja, a recomposição inflacionária dos salários.

No caso dos vereadores receberam os 2,07% da inflação do período e os servidores da Câmara tiveram os 4% concedidos pelo executivo à todos os servidores municipais. Mas, é bom que se diga que ninguém questionou a legalidade do reajuste. O que se questiona é a moralidade deste reajuste diante da situação atual.

O vereador teve um acréscimo de R$ 170,00 em seus vencimentos, enquanto que o assalariado teve um acréscimo de R$ 17,00.

Portanto, os vereadores deveriam ter a sensibilidade necessária de se poupar de mais este desgaste de sua imagem. Mesmo assim preferiu isso a perder os R$ 170,00 que passam a ganhar a mais já no seu vencimento de janeiro. Alguns dos vereadores como Vone Scheuermann (PMDB) e Gerson dos Santos (PSD) tentam desviar o assunto, como sempre, atacando a imprensa que para eles prefere sempre divulgar a notícia ruim, “porque é esta que dá Ibope”.

Esquecem que como os vereadores, a imprensa também tem seu papel e, tão importante quanto, para o exercício pleno da democracia. Que certamente não é elogiar.

O próprio presidente Luiz Marin quando em entrevista nos veículos de Comunicação ressalta seu respeito ao trabalho da imprensa mas, durante às sessões, por diversas vezes. criticou e até ameaçou com os rigores da lei aos que teceram críticas à sua atuação ou de seus pares.

O discurso de que é preciso que se trabalhe unidos por uma Lages melhor, não pode significar a conivência com o ilegal, encobrir malfeitos e aceitar sem questionar tudo o que vem dos poderes constituídos como o legislativo e Executivo.

Trabalhar para uma sociedade melhor e, uma Lages melhor, significa, pelo contrário, estar atento e vigiar os gestores para que não se desviem do propósito pelo qual foram eleitos e atuem dentro da legalidade. 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código