Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Adailton diz que lombada física é o último recurso recomendado pelo Contran

PELO QUE ESTÁ SENDO NOTICIADO VOLTAREMOS A ÉPOCA DAS LOMBADAS FÍSICAS?

Bom... Segundo Resolução do Contran, Lombada Física é o último recurso a ser implantando em nossas vias para resolver um problema de alta velocidade empreendida por veículos e não a Lombada Eletrônica. Vejamos o art. 1º da Resolução 600/16 do CONTRAN: ART. 1º. "A ondulação transversal pode ser utilizada onde se necessite reduzir a velocidade do veículo de forma imperativa, nos casos em que estudo técnico de engenharia de tráfego demonstre índice significativo ou risco potencial de acidentes cujo fator determinante é o excesso de velocidade praticado no local e ONDE OUTRAS ALTERNATIVAS DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO SÃO INEFICAZES (Leia-se equipamentos eletrônicos de fiscalização/Lombada Eletrônica).

Portanto, dizer que equipamento eletrônico de fiscalização é o último recurso a ser instalado para reduzir a velocidade em nossas vias não é verdade... Será que Lages voltará a utilizar lombadas físicas em nossas importantes vias? Como fica o transporte coletivo? Como ficam os veículos de emergência? Gastamos mais combustível, mais freios dos veículos, mais amortecedores... Como técnico na área de trânsito tenho que discordar de tal ação..."

PARA ENTENDIMENTO DOS PENSADORES DO TRÂNSITO DE LAGES:

LOMBADA ELETRÔNICA: Indicada para qualquer velocidade regulamentada.

LOMBADA FÍSICA: A velocidade impressa no ponto deve ser de 20 km/h e 30 km/h e são indicadas para VIAS LOCAIS (limite de 30 km/h),

VIAS COLETORAS (limite de 40 km/h) e VIAS RURAIS (estradas e rodovias, situadas fora das áreas urbana).

FAIXA ELEVADA DE PEDESTRES: Indicada para velocidade máxima de 40 km/h e para VIAS LOCAIS (limite de 30km/h) e VIAS COLETORAS (limite de 40km/h).

SEGUINDO O QUE PRESCREVE A LEI, a lombada física instalada na Avenida Dom Pedro II (Próximo a Igreja do Navio) está irregularmente instalada, visto esta via possui velocidade máxima permitida de 60 km/h (considerada via arterial), portanto, pela legislação em vigor, nas vias arteriais (Dom Pedro II, Belisário Ramos, Duque de Caxias) só cabe a instalação de lombada eletrônica.

A lombada física é benéfica em alguns casos, mas o veículo consome duas vezes mais combustível e também duplica a liberação de gases poluentes como o gás carbônico para frear e acelerar, segundo estudo da Automobile Association. Se mal projetadas, podem causar acidentes e danos aos carros, motos e bicicletas, especialmente quando não estão claramente visíveis. Causam desconforto aos ocupantes do veículo. Não são recomendadas em vias que são rotas de linhas de ônibus e prejudicam o trânsito de veículos de emergência.

Ademais as lombadas físicas não são recomendadas se o fluxo de tráfego superar 600 veículos por hora... NÃO SOU EU QUE ESTOU DIZENDO ISSO! São estudos, são leis, são engenheiros especialistas na área de trânsito, são órgãos respeitados mundialmente como a Perkons, enfim... Instalar lombadas físicas em avenidas que são vias arteriais da cidade, além de regredir no tempo faz um mal danado ao meio ambiente e ainda está indo contra o que as leis maiores (Código Brasileiro de Trânsito e suas Resoluções) preveem!

Obrigado.

Adailton Camargo

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código