Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Dívida de R$ 1.8 milhão foi a causa pela qual o Águia 4 deixou de voar

homem_cai_de_elevador_automotivo_em_anita_garibaldi_e_transferido_para_lages_pelo_aguia_4.jpg

 

Explicando a respeito da atuação dos helicópteros da PM, o governador Eduardo Pinho Moreira disse ontem que havia disponível apenas R$ 400 mil para manter o contrato com a empresa que faz a manutenção dos aparelhos, mas constatou-se que havia uma dívida anterior de R$ 1 milhão e 800 mil .

O governo rompeu o contrato em função ”destas despesas inesperadas”.  Esta dívida foi contraída o ano passado, quando o Águia 2, de Florianópolis, teve de trocar uma turbina.

Pela informação do governo, os helicópteros de Lages e Joinville devem voltar às atividades a partir da semana que vem. O de Florianópolis ainda terá de esperar para voltar à ativa.

Sexta, 08 de Junho de 2018 11:45
Escrito por: Olivete Salmória | Última atualização em Sexta, 08 de Junho de 2018 14:45

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código