Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

Lages.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Ceron contrata empresa porque quer dispôr de um banco de projetos

A prefeitura contratou a empresa Greide Engenharia Ltdapara a elaboração de projetos para pavimentação de 100 ruas. Terá um ano para a entrega dos mesmos. Mas não significa que a prefeitura esperará todo este tempo por eles, observou o prefeito Antônio Ceron, lembrando que em 40 dias já serão entregues os primeiros, “o contrato com a empresa que é de um ano”, citou.

unnamed_1.jpg

Deverá fazer primeiro os projetos de 30 ruas prioritárias. “A nossa capacidade de elaboração de projetos é de no máximo dois a três por mês. Por isso que nós pegamos os recursos que tínhamos do governo do estado ainda disponíveis e investimos nisso porque sem eles não conseguimos fazer as obras. Se tem uma coisa triste e, que vale para todas as prefeituras, é não ter projetos. Sem eles você não consegue nada”, explicou Ceron.

A empresa contratada não fará apenas os projetos das 76 ruas previstas como outros importantes para a cidade, como por exemplo, de uma nova entrada e saída de Lages através da rua que passa em frente ao Ifsc e o Orion Parque (Rua Heitor Vila Lobos) e que talvez nem será executado nesta gestão. É um projeto bonito que inclui até um elevado na altura do terminal. “Queremos fazer um banco de projetos”, disse o prefeito.

Lembra ele que foi feito o levantamento de todas as ruas dos bairros onde passam os ônibus urbanos em que ainda não são pavimentadas, mesmo que não faça as obras nesta gestão, mas o projeto vai ficar para a próxima fazer. A prefeitura já dispunha destes recursos de R$ 1 milhão e pouco e acabou fazendo este contrato por um valor menos (R$ 900 mil). Tendo os projetos, quando surge alguma verba fica mais fácil e rápido a execução. A prefeitura já tem um financiamento aprovado pela Caixa do programa Avançar Cidades que está parado por falta dos projetos. Independente disso, a prefeitura também vai tocar outros.

 

unnamed.jpg

No caso da rua Coronel Córdova, por exemplo, agora estão sendo feitas melhorias em uma parte dela, mas o Seplan já trabalha o projeto para o restante, na próxima fase.

 

Três capelas municipais com

projeto em elaboração 

 

Também está tocando o projeto para a construção de três capelas mortuárias no cemitério da Penha. Ao invés de construção de capelas espalhadas nos bairros, Ceron entende que o melhor é concentrar ali onde podem ser administradas pela mesma equipe que atende o cemitério.

A execução desta obra só está demorando porque está prevista a ampliação do cemitério uma vez que hoje tem ocupação de 100% do espaço. Nesta área que será anexada permitirá a construção das capelas e ainda aumentar o espaço disponível para sepultamento.

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código